top of page

Passageiro que trocou socos com motorista de app por taxa de R$ 3 diz que se defendeu

Autônomo disse que já pediu corridas outras vezes em supermercados e nunca foi cobrado com valor extra. Os dois ficaram com machucados pelo corpo após briga.


G1-Goiás

Motorista de app e passageiros trocam socos em estacionamento de mercado — Foto: Reprodução/Redes Sociais


O passageiro que trocou socos com um motorista de aplicativo após a cobrança de uma taxa de R$ 3 para levar compras disse que se defendeu após ser xingado e agredido pelo motorista, em Rio Verde, no sudoeste de Goiás.


Ele contou que pediu uma corrida no supermercado e, ao ser cobrado o valor por fora do aplicativo pelo uso do porta-malas, se recusou a pagar e que o condutor foi ao local apenas para ofendê-lo.


Haynner Ferreira Naves é autônomo e disse que já tinha pedido corridas outras vezes em supermercado e nunca foi cobrado por nenhuma taxa. Além disso, não há nenhum aviso no aplicativo sobre o valor extra.

“Falei que não ia pagar a taxa e ele falou: ‘OK’. Ele não cancelou a corrida e continuou indo. Eu achei que ele fosse me buscar, mas ele chegou e começou a me xingar, me ofender, dizendo que se eu não quisesse pagar, que eu comprasse um carro ou arrumasse um motorista particular”, contou.


O autônomo disse que o motorista fez as ofensas de dentro do carro. Irritado com a situação, Haynner acabou também ofendendo o condutor, que desceu do carro e começou com socos. “Eu também bati para me defender. Eu tenho tanta certeza que sou vítima nessa situação que fiquei lá esperando a polícia chegar depois da briga”, contou.


Haynner contou que, depois da briga, ficou com hematomas no olho e cortes no resto e na boca.



54 visualizações0 comentário

Komentarai


bottom of page