top of page

Pai que confessou matar as filhas recebe alta, diz hospital

Homem foi internado após crime contra Mirielly Gomes Souza e Cecília Gomes Souza. Segundo a polícia, após a alta, Ramon foi encaminhado à uma unidade prisional


G1-Goiás

Ramon de Souza Pereira é suspeito de matar filhas de 4 e 8 anos, em Santo Antônio de Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera


O motorista de aplicativo suspeito de matar as filhas de 4 e 8 anos de idade recebeu alta hospitalar, segundo boletim médico do Hospital de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz (Hugo). O homem foi internado após o crime contra Mirielly Gomes Souza e Cecília Gomes Souza. Segundo a polícia, após a alta, Ramon foi encaminhado à unidade prisional de Aparecida de Goiânia.


Segundo o hospital, ele recebeu alta no domingo (28). Na sexta-feira (26), ele já havia recebido alta da Unidade de Terapia Intensiva em que estava internado. Com a melhora, o delegado foi até o hospital para interrogá-lo, mas ele ficou em silêncio. O g1 entrou em contato com o advogado de Ramon por mensagem, na manhã desta segunda-feira (29), para um posicionamento, e aguarda retorno.


Os corpos das meninas foram encontrados na segunda-feira (22) dentro de um carro incendiado, na GO-462, em Santo Antônio de Goiás. Elas foram veladas e sepultadas na sexta-feira (26), em Goiânia O carro onde os corpos foram encontrados também passou por uma perícia e o laudo deve ficar pronto em até 30 dias.


À Polícia Civil (PC), Ramon confessou que matou as filhas. Segundo o delegado Marcus Cardoso, durante a prisão, o suspeito disse que matou as meninas para se vingar da esposa após colocar um rastreador no carro dela e encontrá-la com outro homem, em Goianira, na Região Metropolitana da capital.

66 visualizações0 comentário
bottom of page