top of page

MP investiga prefeito de Cachoeira de Goiás por suposto desvio de R$ 300 mil

Mandados foram deferidos pelo desembargador Luiz Cláudio Veiga, a pedido da Procuradoria Especializada em Crimes Praticados por Prefeitos




Mais Goiás

MP investiga prefeito de Cachoeira de Goiás por suposto desvio de R$ 300 mil (Foto: MP - Divulgação)




O Ministério Público de Goiás (MPGO) cumpre, na manhã desta terça-feira (16/4), cinco mandados de busca e apreensão envolvendo supostos desvios na aquisição de alimentos por parte do município de Cachoeira de Goiás. O prefeito está entre os alvos. O prejuízo estimado é de R$ 300 mil.


As investigações apontam para suposta prática dos crimes previstos no art. 1º, incisos I e II, do Decreto-lei n. 201/1967: “I – apropriar-se de bens ou rendas públicas, ou desviá-los em proveito próprio ou alheio; Il – utilizar-se, indevidamente, em proveito próprio ou alheio, de bens, rendas ou serviços públicos.”


Atuam no cumprimento dos mandados, no município de Cachoeira de Goiás, o promotor de Justiça coordenador da Procuradoria Especializada em Crimes Praticados por Prefeitos e mais três promotores de Justiça. Auxiliam na operação a Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência do Ministério Público do Estado de Goiás (CSI) e a Polícia Militar do Estado de Goiás.


Os mandados foram deferidos pelo desembargador Luiz Cláudio Veiga Braga, atendendo a pedido da Procuradoria Especializada em Crimes Praticados por Prefeitos, órgão auxiliar da Procuradoria-Geral de Justiça.



4 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page