top of page

Homem que mordeu mulher em academia em 2022 agride outra com ferro, em Rio Verde

Em abril de 2022, Eduardo foi filmado mordendo outra mulher no ombro dentro de uma academia da cidade


Mais Goiás

Dentista filmado mordendo mulher em academia de Rio Verde é preso por agredir ex-esposa (Foto: Reprodução - Internet)


A Guarda Civil Municipal prendeu um dentista, de 31 anos, suspeito de agredir a ex-esposa em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Um vídeo mostra quando o homem pega uma barra de ferro e atinge a vítima no meio da rua. Em abril de 2022, O rapaz foi filmado mordendo outra mulher no ombro dentro de uma academia da cidade. Na época, a situação resultou numa denúncia contra ele por lesão corporal e importunação sexual.


O dentista aparece no vídeo segurando uma barra de metal. Ele e a ex-esposa discutem na frente de comércios fechados. A mulher tenta segurar a barra de ferro, mas o homem consegue puxar novamente e dá um golpe contra ela.


Segundo a delegada Taisa Antonello, a discussão entre o casal aconteceu por motivos de ciúmes. Eles estariam na fase inicial da separação. O rapaz foi preso e levado para a delegacia, onde foi autuado por lesão corporal decorrente de violência doméstica.


O advogado de defesa, Jefferson Silva Borges, informou ao G1 que o dentista foi agredido anteriormente pela esposa e isso gerou a agressão atual. Uma audiência de custódia foi marcada para a tarde desta sexta-feira (6).


“A verdade é que o vídeo demonstra somente o momento posterior, considerando que ela foi até o local de trabalho dele, o agrediu com palavras e fisicamente. Arremessou um objeto contra ele (que no vídeo não é possível identificar) e quebrou uma lâmpada daquelas de tubo nele, que por sorte não se feriu”, disse o advogado.


Filmado mordendo mulher


O suspeito já tem antecedentes de agressão contra mulheres. Em abril de 2022, o dentista foi filmado mordendo uma mulher no ombro dentro de uma academia após ela esbarrar nele. Ele foi denunciado por lesão corporal e importunação sexual. Uma audiência de instrução foi marcada para agosto de 2024.


Uma ex-mulher também já denunciou que sofreu violência por parte do dentista. Eles tiveram um relacionamento durante seis anos, mas estão separados há três. Ela já tinha medida protetiva contra ele, mas elas expiraram.


Em dezembro do ano passado, ela ganhou uma nova medida protetiva após “o autor dos fatos novamente começou a prossegui-la, tendo inclusive se deslocado até o local de trabalho da vítima, perguntando sobre ela, momento que a vítima se escondeu nos fundos do estabelecimento”, segundo a sentença.



16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page