top of page

Dupla é presa suspeita de sequestrar servidora pública e subtrair R$ 40 mil da vítima, em Goiânia

O crime ocorreu no final de dezembro de 2022, no Setor Jardim Planalto


Mais Goiás

Foto: divulgação


Dois homens foram presos suspeitos de participarem de sequestro relâmpago contra uma servidora pública, em Goiânia. O crime ocorreu no final de dezembro de 2022, no Setor Jardim Planalto. Segundo a Polícia Civil, a dupla subtraiu R$ 40 mil da vítima. As prisões ocorreram na tarde de quinta-feira (2), na capital e em Anápolis.


De acordo com a corporação, os suspeitos abordaram a vítima com emprego de arma de fogo e subtraíram R$ 40 mil. Não satisfeitos, os homens obrigaram a mulher a efetuar diversos saques em terminais bancários, subtraindo mais a quantia de R$ 9 mil.


Após diligências, a Polícia encontrou os coautores Rutemberg Peroba e José Augusto Queiroz, que já apresentavam outras anotações criminais.


Além de serem presos pelo sequestro relâmpago, eles também foram detidos em flagrante por estelionato contra uma idosa, modalidade “golpe do bilhete falso”. Na ocasião, eles conseguiram subtrair uma quantia de R$ 5 mil.


Com a dupla, a corporação apreendeu um veículo utilizado nos crimes e os valores obtidos indevidamente.


Ainda de acordo com a Polícia Civil, os presos são suspeitos de uma série de outros crimes patrimoniais, em especial contra idosos, seja por meio de sequestro relâmpago (com extorsão para obtenção de valores depositados) ou crimes de estelionatos com aplicações de golpes.


A divulgação da identificação dos presos foi precedida nos termos da Lei 13.869/2019, portaria n° 547/2021 – PC, e Despacho da Autoridade Policial responsável pelas investigações, justificada na possibilidade real de identificação de novas vítimas.

42 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page