top of page

Willian lembra período no Corinthians e diz: "Não quero voltar ao Brasil nunca mais"

Aos 34 anos e em fim de contrato no Fulham, meia cita "pressão desumana" que enfrentou no país natal e afirma que quer jogar por mais quatro ou cinco anos


GE

Willian em ação com a camisa do Fulham — Foto: Kieran Galvin/Reuters


A cerca de dois meses do fim de seu contrato com o Fulham, o meia Willian falou, em entrevista à página "PL Brasil" que não tem vontade de voltar ao país natal. O jogador, que teve curta passagem pelo Corinthians em 2022, citou a "pressão desumana" que enfrentou no Brasil.


- É um assunto complicado porque quando você critica o jogador na bola, você fala que ele não foi bem, isso acontece. Jogador não é uma máquina, também vai ter os dias bons e ruins. Só que às vezes os torcedores não aceitam os dias ruins. O que eu vejo no Brasil é uma pressão às vezes desumana, que leva para a base da violência, ameaça à família, aos filhos… quando toca nessa parte, para mim, já muda. Tenho que preservar a minha família, é meu bem mais precioso - disse o ex-Chelsea.


Willian rescindiu contrato com o Corinthians em agosto de 2022 e alegou ter recebido ameaças, que foram direcionadas, inclusive, à sua família. O episódio foi traumático para o atleta, que afirma que não pretende voltar nunca mais a jogar no Brasil.


- Eu não quero voltar para o Brasil, nunca mais. Eu já tinha esse pensamento desde antes do Corinthians. Acabou acontecendo uma situação de voltar para o clube onde eu comecei porque eu quis e o Corinthians também, mas eu já pensava em continuar até o fim na Europa. E agora eu pretendo encerrar aqui fora, seja na Europa, nos Estados Unidos ou outro lugar. Se puder ser na Inglaterra, seria perfeito. Pretendo jogar mais quatro ou cinco anos. Mas a gente nunca sabe porque o futebol muda bastante - concluiu o meia.


Willian tem contrato até o fim de junho com o Fulham. Ao lado dos brasileiros Andreas Pereira e Carlos Vinícius, o jogador ocupa a décima posição na tabela de classificação da Premier League.


3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page