top of page

Vilmar Mariano acredita que atuação de Caiado no debate da reforma tributária irá minimizar perdas

Prefeito de Aparecida de Goiânia que peregrinação do governador no Senado Federal irá favorecer municípios


Mais Goiás

Vilmar Mariano e Ronaldo Caiado (Foto: Divulgação/Prefeitura de Aparecida de Goiânia)


“Vai perder? [recursos] Vai perder de qualquer forma, mas vai perder muito menos do que está agora”. É dessa forma que o prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano (MDB), prevê a situação dos municípios goianos com a reforma tributária aprovada no Senado. Ele acredita que a peregrinação do governador Ronaldo Caiado (União Brasil) em uma postura crítica com relação à matéria irá minimizar as perdas dos entes municipais.


A fala foi feita em entrevista ao jornalista Jackson Abrão na manhã desta segunda-feira (18). Ao lado do prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), ambos puderam destacar a situação econômica de seus municípios e a preocupação diante da perda de arrecadação que os entes vêm tendo, especialmente após a redução do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), em julho de 2022.


A reforma tributária não deixou de ser pauta. Vilmar Mariano acredita que a postura de Caiado irá sensibilizar senadores diante da tramitação na Casa Alta do Congresso Nacional. “O Caiado foi a única voz da reforma tributária. Ele que levantou isso, depois o Eduardo Leite veio para o conjunto e tantos outros. Acho que se houver uma pressão em Brasília no Senado muita coisa será mudada”, salientou.


“Creio que no final dessa reforma tributária muitas coisas vão mudar. Vai perder? Vai perder de qualquer forma, mas vai perder muito menos do que está agora”, completou. Menos otimista, Roberto Naves destacou que a reforma vai “massacrar os municípios goianos”. “Só a região Sul e Sudeste que ganham com isso”, salientou.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page