top of page

Vice-prefeita de Iporá assume após prisão do prefeito por suspeita de tentativa de homicídio

Naçoitan Leite foi detido por invadir a casa da ex-mulher e efetuar disparos; recomendação do Ministério Público de Goiás motiva posse da vice-prefeita


Olha Goiás

Foto: Diomício Gomes/O Popular


A vice-prefeita Maysa Cunha, filiada ao Progressistas, tomou posse como prefeita da cidade de Iporá, localizada no oeste goiano. A mudança na administração municipal ocorreu após o prefeito Naçoitan Leite, sem partido, ser preso sob suspeita de invadir a residência de sua ex-mulher e efetuar vários disparos. A ação de transição foi recomendada pela Promotoria do Ministério Público de Goiás (MP-GO) à Câmara Municipal.

Em pronunciamento, a recém-empossada prefeita expressou sua gratidão aos apoiadores e destacou o compromisso com os princípios da legalidade e eficiência. “Quero agradecer a todos que estiveram na torcida para que Iporá continue desenvolvendo dentro dos princípios da legalidade e eficiência. Muito obrigada pelo apoio e acolhimento”, declarou Maysa Cunha.


A recomendação para a transição de poder foi divulgada na segunda-feira (27) e tem como objetivo assegurar a eficiência e continuidade dos serviços públicos municipais. A denúncia contra Naçoitan Leite foi formalizada na sexta-feira (1º), acusando-o de tentativa de homicídio contra a ex-mulher e o namorado dela, em um incidente ocorrido na madrugada do dia 18 de novembro.


À equipe do G1, a defesa do prefeito preso afirmou que ainda não teve acesso à denúncia e se comprometeu a emitir um posicionamento assim que estiver a par do conteúdo do documento. Naçoitan Leite, por sua vez, se entregou voluntariamente à polícia cinco dias após o crime, no último dia 23 de novembro.

10 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page