top of page

Verstappen mostra força e larga na pole no GP do Bahrein de Fórmula 1

Esta é a 21ª pole da carreira do piloto holandês da Red Bull. O heptacampeão Lewis Hamilton voltou a ter problemas com a sua Mercedes


Metrópoles

Foto - ANP via Getty Images



O bicampeão do mundo Max Verstappen mostrou estar mais vivo do que nunca. Depois de ver o espanhol Fernando Alonso dominar os melhores tempos nos treinos livres para o GP do Bahrein, o holandês mostrou a que veio no qualificatório deste sábado (4/3) e cravou a pole position com a marca de 1min29s708.


Esta é a sua 21ª pole da carreira e vai ser a segunda vez que ele vai sair no posto de honra do grid de largada no circuito de Sakhir.


O GP do Bahrein, corrida inaugural do calendário de 2023 da Fórmula 1 acontece neste domingo, a partir do meio-dia, com transmissão da Band.


A RBR inicia a temporada em grande estilo e ocupa também a 2ª posição no classificatório com Sérgio Perez ao lado de Verstappen. Charles Leclerc, que chegou a dar um susto ao quase não se classificar para a parte final do treino oficial, fica em terceiro lugar. Depois de ver o holandês melhorar o seu tempo e garantir a pole, o monegasco acabou abrindo mão de uma última tentativa e contentando com a segunda fila.


Carlos Sainz, também da Ferrari, sai na 4ª colocação enquanto Fernando Alonso, que chamou para si os holofotes pelo bom desempenho do seu carro nos treinos livres, fica apenas com o quinto melhor tempo. O heptacampeão Lewis Hamilton voltou a ter problemas com a sua Mercedes. Ele até conseguiu, momentaneamente, estabelecer o melhor tempo durante as tomadas. Porém, seu carro não conseguiu acompanhar o ritmo dos demais concorrentes e larga em sétimo.


A surpresa entre os dez primeiros colocados no grid é a presença do alemão Nico Hulkenberg, da Haas, que obteve o décimo tempo e desbancou, por exemplo, as duas McLaren, que não conseguiram chegar no Q3.


No treino, o Q1 logo sofreu uma paralisação. Os juízes da prova aplicaram a bandeira vermelha após o ferrarista Charles Leclerc abortar a sua primeira volta. Pedaços de seu carro “voarem” na pista. A paralisação foi solicitada para a remoção dos detritos.


Na retomada da atividade, todas as atenções ficaram voltadas para Fernando Alonso e Max Verstappen. No entanto, outros piloto também entraram em cena. Carlos Sainz mostrou a cara da Ferrari ao fazer 1min30s993, superando George Russell, dono do segundo melhor tempo em seis milésimos. Logo atrás, apareceu outra Ferrari, a de Charles Leclerc nesta primeira metade de Q1.


Ao final, Stroll conseguiu um bom desempenho e conseguiu a quinta vaga ao fazer 1min31s181 seguido de Nico Hulkemberg. Essa “intromissão” acabou empurrando Verstappen para baixo ficando com o sétimo tempo.


No Q2, Verstappen finalmente começou a mostrar suas armas e pulou para o primeiro lugar com 1min30s501. Pérez se segurou em segundo mantendo o ritmo e Hamilton, Russel e Alonso conservaram as cinco melhores marcas.


Ao final, um susto. Leclerc estava para sair quando, na última volta, fez 1min30s282 e passou de azarão ao dono do primeiro posto nesta fase. Com Lando Norris ocupando apenas a 11ª posição, a McLaren acabou saindo mais cedo na briga por colocações melhores no grid.


No Q3, acabou prevalecendo a força dos carros da RBR, que garantiram a primeira fila. As Ferraris, com Leclerc e Sainz, asseguraram as duas vagas na segunda fila mostrando que a temporada que se inicia segue o mesmo ritmo da disputa que encerrou o calendário de 2022 da F-1.


2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page