top of page

Veja fatos que podem colaborar para o retorno de Thiago Silva ao Fluminense em julho

Repatriar o zagueiro, cria de Xerém, é sonho antigo do Tricolor. Presidente Mário Bittencourt aguarda fim de contrato com Chelsea para avançar




GE

Thiago Silva e Mauricio Pochettino conversaram após críticas da esposa do jogador ao Chelsea — Foto: Getty Images




Poucos assuntos têm mobilizado tanto a torcida do Fluminense quanto uma possível negociação com Thiago Silva. Cria de Xerém, ele voltou ao noticiário após o presidente Mário Bittencourt destacar que aguarda o fim de contrato do zagueiro com o Chelsea para "voltar à carga", nesta quarta-feira.


Depois de derrota do Chelsea por 4 a 2 para o Wolves, em fevereiro, Belle Silva - esposa de Thiago - foi às redes sociais pedir mudanças na equipe. Em meio à instabilidade de Maurício Pochettino no cargo de treinador, Belle escreveu: "É hora de mudar. Se você esperar mais, será tarde demais".


Pochettino revelou que foi procurado pelo zagueiro brasileiro para falar sobre o assunto, mas evitou dar muitos detalhes do papo entre os dois. Em vez disso, optou por ressaltar a "relação boa, muito boa", que nutre com Thiago Silva.


No jogo seguinte às críticas de Belle Silva, em duelo do Chelsea contra o Aston Villa pela Copa da Inglaterra, Thiago Silva foi reserva pela maior parte do confronto, entrando apenas aos 36 minutos do segundo tempo.


Quando questionado, Pochettino disse que a opção pelo zagueiro no banco foi estritamente profissional: "Por que a pergunta? Eu entendo a pergunta. Eu sempre tento ficar calmo, eu sou profissional, sempre sou profissional, sempre tomo minhas decisões com base no lado profissional. Minha resposta foi clara, não?", declarou o treinador.


Em 12 de fevereiro, contra o Crystal Palace, Thiago Silva sofreu uma lesão leve no joelho que o afastou de três jogos. Ele voltou a ser relacionado em 2 de março, contra o Brentford, mas não foi utilizado desde então.


Há pouco mais de duas semanas, em 13 de março, o tabloide britânico Daily Star apontou que Thiago Silva seria um dos 15 nomes a deixar o Chelsea no fim da temporada do futebol europeu. Ele estaria disponível a partir de julho, sem contrato.



Veio, então, o sorteio da fase de grupos da Libertadores. No dia 18 de março, Fred - ídolo e diretor de planejamento do Fluminense - revelou que o presidente Mário Bittencourt mantém conversas semanais com o zagueiro do Chelsea.


— Thiago Silva é um sonho nosso há muito tempo. Presidente (Mário Bittencourt) fala com ele toda semana. Ele está com contrato ainda na Inglaterra e torcemos por ele. É um amigo que eu tenho, sou muito fã do caráter do Thiago. Ele sabe que, aqui, ele tem as portas escancaradas. Não tem nada (risos). Temos que tomar cuidado para não pressioná-lo. Nós amamos o Thiago e ele ama o Fluminense. Isso inevitavelmente vai acontecer em algum momento — afirmou Fred, à ESPN.


A última atualização sobre o caso partiu de Mário Bittencourt, em evento no Rio de Janeiro, em 27 de março. O presidente do Fluminense destacou que o clube aguarda liberação do Chelsea antes de avançar na negociação, mas reafirmou o desejo do Tricolor de contar com o zagueiro, campeão da Copa do Brasil de 2007 e vice da Libertadores de 2008.


- Sou muito amigo do Thiago (Silva), converso com ele sobre vários assuntos e não só sobre a vinda ao Fluminense. Neste momento, não temos nada, mas temos um enorme desejo para que ele volte para casa. Pelo que a gente tem ouvido, o contrato dele com o Chelsea se encerra no meio do ano e ele não renovaria. Eu creio que, no Brasil, a vontade dele seja de jogar no Fluminense. Assim que ele estiver liberado no Chelsea, voltamos à carga. E ele vai nos ajudar nesse ano tão importante - afirmou Mário.


O Fluminense volta a campo no dia 3 de abril, contra o Alianza Lima, em estreia na fase de grupos da Libertadores. O Tricolor vai viajar para o Peru na noite de segunda-feira e tem um último treino programado na capital peruana antes do jogo.



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Fórmula 1 divulga calendário de 2025 com 24 corridas

A modalidade manteve o mesmo número de corridas de 2024 para o calendário do ano que vem. Veja a partir de quando a temporada começa Metrópoles A Fórmula 1 confirmou o calendário de 2025 com 24 etapas

Comments


bottom of page