top of page

Vacina bivalente contra covid-19 será aplicada em gestantes e puérperas a partir do dia 20, em Goiás

Para receber a vacina bivalente, é preciso ter tomado ao menos duas doses do imunizante monovalente, no mínimo, há quatro meses


Mais Goiás

(Foto: Freepik - Reprodução)


O próximo público-alvo da vacina bivalente contra a covid-19, em Goiás, são gestantes e puérperas. O grupo será imunizado a partir do dia 20 de março, em unidades de saúde de todo estado. Vale lembrar que, para receber a vacina bivalente, é preciso ter tomado ao menos duas doses do imunizante monovalente há, no mínimo, quatro meses.


Joice Dorneles, gerente de imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), explica que a vacina é fundamental para prevenção da covid-19, já que ela atua contra a cepa comum e contra a ômicron e suas subvariantes. Segundo Joice, mesmo que a mulher esteja com o cartão de vacina atualizado com as quatro doses, ela tem que se vacinar com a bivalente.


A gerente revela que este é o terceiro grupo autorizado para fazer o uso do imunizante. Os primeiros foram: idosos com 70 anos ou mais, pessoas que vivem em instituições de longa permanência e trabalhadores destes locais, imunossuprimidos, indígenas, ribeirinhos e quilombolas acima de 12 anos. Depois, a vacinação foi ampliada para idosos de 60 anos ou mais. No total, mais de 60 mil doses foram aplicadas desde o dia 27 de fevereiro, em Goiás.


A gerente ressalta que apesar da ampliação da vacinação para grávidas e puérperas, os primeiros grupos ainda podem ir até as unidades de saúde para tomar o imunizante bivalente.


Para isso, basta procurar salas da vacinação da sua cidade com o RG ou certidão de nascimento, CPF e cartão SUS. Os imunossuprimidos precisam levar também o laudo médico e menores de 18 anos precisam estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

9 visualizações0 comentário
bottom of page