top of page

Vítima entrega R$ 420 mil em golpe do falso sequestro no setor Jaó, em Goiânia

Vítima foi contactada por volta das 3h da manhã da última quinta-feira, por um telefone com DDD do Rio de Janeiro


Mais Goiás

Polícia acompanha ocorrência de falso sequestro (Foto: Reprodução)



Contactada em chamada de vídeo por falsos sequestradores que diziam estar com a filha dela em cativeiro, por volta das 3h da manhã da última quinta-feira (13), uma moradora do setor Jaó foi convencida a fazer uma transferência de R$ 20 mil e entregar joias (avaliadas em R$ 400 mil) para criminosos. Os fatos narrados constam em boletim de ocorrência ao qual o Mais Goiás teve acesso.


“Anda, mãe, pega logo as suas joias, eu sei que a senhora tem muitas, entrega logo para me salvar”, apelou a voz feminina do outro lado da linha. A negociação durou aproximadamente sete horas. Quando o banco abriu, a vítima foi orientada a ir até lá fazer um TED de R$ 20 mil. Uma hora depois, ela retornou e deveria depositar novamente a quantia, mas a gerente desconfiou e a impediu.


Contudo, entre uma transferência e outra, a mulher, que mora só, colocou as joias em uma sacola e deixou na porta de casa, entrando sem olhar para trás para que alguém recolhesse a encomenda. Imagens de câmeras de segurança mostram que um homem de camisa azul e óculos escuros pegou os itens. Em seguida, ele “desceu a rua” e entrou em um veículo de cor prata de placa não identificada.


A ligação que ela recebeu tinha o DDD 21. Ela também foi proibida de notificar a polícia a respeito daquele suposto sequestro e foi colocada para ouvir uma voz feminina, que disseram ser da filha sequestrada, como mencionado. A farsa só foi descoberta após a gerente do banco desconfiar.


Os funcionários do banco, então, ligaram a filha da vítima, que estava bem. Informada, ela e os demais familiares da vítima foram à delegacia para tomar as devidas providências. O caso segue em investigação.

29 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page