top of page

Vídeo flagra agressão de PM a mulher que pedia ajuda em Santa Rita do Araguaia

Mulher pedia ajuda ao policial após discutir com o marido


Mais Goiás

(Foto: Reprodução)


Um policial militar (PM) fardado agrediu uma mulher com tapa no rosto e chute nas nádegas em Santa Rita do Araguaia. O caso foi registrado em áudio gravado pela própria vítima e em vídeo de câmera de segurança.


A mulher pedia ajuda ao policial após discutir com o marido.


A agressão, aparentemente sem qualquer motivação, aconteceu na madrugada de domingo (3), na cidade situada na divisa de Goiás com o Mato Grosso. Somente nesta sexta-feira (8), porém, foi que a vítima, uma atendente de farmácia, após repercussão, decidiu denunciar o caso à imprensa e também à Polícia Civil.


No áudio gravado pela atendente, ela e o marido discutem na porta da casa do casal, no Bairro Bela Vista. A mulher pedia que o companheiro, com quem havia brigado, lhe devolvesse uma determinada quantia em dinheiro para o pagamento de uma conta de energia.


Após o homem insistir que não estaria com o dinheiro e pedir que ela voltasse para a casa de sua mãe, a mulher pediu ajuda a uma viatura que passava pela região.


Pouco tempo depois, é possível ouvir o barulho da viatura encostando. Uma porta se abre e a voz de um homem, posteriormente identificado como PM que dirigia o carro, afirmava que a mulher precisava ter calma. Segundo o agente, ela deveria seguir procedimento, como ir até uma delegacia para formalizar a denúncia.


Após afirmar que queria somente que o policial pegasse o dinheiro com o companheiro dela, a mulher recebeu um tapa no rosto e um chute. O barulho da agressão, registrada pela câmera de segurança, foi captado pelo celular da atendente.


Pouco tempo depois, é possível ouvir o barulho da viatura encostando. Uma porta se abre e a voz de um homem, posteriormente identificado como PM que dirigia o carro, afirmava que a mulher precisava ter calma. Segundo o agente, ela deveria seguir procedimento, como ir até uma delegacia para formalizar a denúncia.


Após afirmar que queria somente que o policial pegasse o dinheiro com o companheiro dela, a mulher recebeu um tapa no rosto e um chute. O barulho da agressão, registrada pela câmera de segurança, foi captado pelo celular da atendente.


A atitude do militar revoltou até o marido da vítima, que gritou várias vezes que não permitiria aquilo, chegou a chamar o policial para a briga, e, em seguida, acolheu a companheira de volta à residência e fechou o portão. O PM, então, retornou para o banco do motorista da viatura e saiu. Os outros dois policiais que estavam com ele apenas assistiram a confusão à distância.


Em conversa com a reportagem do Mais Goiás, a atendente disse que está bastante assustada e que não entende porque foi agredida pelo militar. Ela afirmou também que ainda hoje irá procurar uma delegacia, e tentar contato com a Corregedoria da PM, para denunciar o fato.

152 visualizações0 comentário
bottom of page