top of page

Ultrapassagem proibida a 100 km/h resulta em colisão de carretas e morte na BR-153, em Rianápolis

Tacógrafos indicam quem veículos envolvidos no acidente atingiram picos de velocidade superiores a 100 km/h


Mais Goiás

(Foto: Divulgação / Polícia Rodoviária Federal)


Uma tentativa de ultrapassagem em local proibido resultou em colisão e morte na BR-153, km 310, em Rianápolis, região Centro-Norte de Goiás. O acidente, ocorrido neste sábado (25), envolveu duas carretas. Óbito é do motorista, 34, de uma delas.


De acordo com as informações Polícia Rodoviária Federal (PRF), os dois veículos seguiam no sentido norte/sul da rodovia. Uma carreta, carregada com aproximadamente 30 toneladas de peças metálicas, arriscou ultrapassagem em trecho de faixa contínua e colidiu lateralmente com outra carreta, que transportava 27 toneladas de óleo vegetal.


Ultrapassagem proibida


A força do impacto fez com que a carreta atingida saísse da pista, de modo a capotar e parar na faixa de domínio. O condutor, um homem de 34 anos, ficou preso nas ferragens e não resistiu aos ferimentos.


Após análise dos discos de tacógrafos dos veículos envolvidos, constatou-se que o caminhão que tentava realizar a ultrapassagem chegou a atingir picos de velocidade de até 100 km/h.


Por sua vez, o outro caminhão envolvido no acidente alcançou até 125 km/h. Veículos de carga tem velocidade restrita em rodovias, de modo que podem chegar até 90 km/h, a depender do trecho.


O motorista do segundo caminhão, um homem de 56 anos, foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil em Jaraguá para prestar depoimento e esclarecer os eventos que levaram ao acidente fatal.

19 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page