top of page

Torcedores do Goiás protestam contra má fase e pedem saída de dirigentes

Globo Esporte


Cerca de 50 torcedores do Goiás protestaram na sede do clube contra a má fase do Verdão, que acumula três derrotas seguidas e está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro – na Copa Sul-Americana, o Goiás está classificado para as oitavas de final.

Os alvos do grupo foram principalmente os dirigentes do clube. Em faixas, os torcedores pediram as saídas de alguns deles, como Harlei Menezes e Edminho Pinheiro.

Por meio da assessoria de imprensa, o Goiás afirmou que não iria se pronunciar sobre o protesto e que tratava-se de um “assunto entre jogadores e torcedores”.

Parte do grupo teve acesso à área de concentração dos jogadores, na Serrinha. O porta-voz do elenco foi o goleiro Tadeu, que elogiou o trabalho da atual comissão técnica, liderada por Armando Evangelista, e lembrou que o clube havia conquistado bons resultados antes da sequência de três derrotas.

- O treinador deveria ter chegado era antes, em janeiro, para vocês verem a organização que está sendo feita no dia a dia. Tenho quatro anos no clube e não vi uma comissão organizar tanta coisa quanto eles têm organizado. Aqui ninguém está de “sacanagem”, ninguém quer derrubar treinador. Saímos para três jogos fora, vencemos o Vasco e nos classificamos na Copa Sul-Americana. Estava tudo bacana. Agora perdemos dois jogos e queremos derrubar treinador? - disse Tadeu aos torcedores.

O Goiás tem 11 pontos e abre a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, na 17ª colocação. O time goiano tem dois pontos a menos que o Bahia, primeira equipe fora do Z-4. O próximo jogo será segunda-feira, em casa, contra o Atlético-MG.

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page