top of page

Tite confirma saída da seleção e diz que todo o time é responsável pela derrota

Tite chegou na seleção em 2016 para substituir Dunga


Mais Goiás

Tite em jogo pela seleção brasileira. Foto: Lucas Figueiredo - CBF


O técnico Tite confirmou que este foi seu último jogo à frente da seleção brasileira, que terminou derrotada pela Croácia nos pênaltis na Copa do Mundo do Qatar. O líder da seleção nos últimos anos diz que todo o time é responsável pelo fracasso contra o time europeu na tarde desta sexta-feira (9).


“Derrota dolorida, porém em paz comigo mesmo. Fim de ciclo”, disse, em entrevista coletiva após o jogo no estádio Cidade da Educação em Al Rayyan, próximo à Doha, capital do país.


Tite já havia dito que este Mundial era seu último campeonato pela seleção. O técnico era visto como um dos favoritos a ganhar a disputa para o Brasil desde 2002, quando Luiz Felipe Scolari venceu o pentacampeonato.


O gaúcho já acumulava derrotas em mundiais. Em 2018, a seleção foi eliminada pela Bélgica, também nas quartas de final, em uma derrota por 2 a 1.


Ele foi contratado em 2016 para ser substituto de Dunga, e conquistou a Copa América em 2019. Em 2021, a equipe também levou o ouro olímpico nos Jogos de Tóquio.


O técnico afirma que, na época em que foi chamado para treinar a equipe, pegou o time em um ciclo incompleto, mas agora teve a oportunidade de completar uma nova fase com a equipe que levou ao campo no Qatar.


“Agora sim foi um processo inteiro, antes foi um processo de recuperação. Na copa anterior eu vejo dessa forma, foi um processo de recuperação de formação de equipe. Agora, não, agora eu tenho ua sequência inteira”, apontou o técnico.”


A partida foi marcada pela dificuldade da seleção brasileira em finalizar com assertividade. A Croácia é conhecida por levar seus jogos à prorrogação e pênaltis. Em 2018, o time passou pelos prolongamentos em toda a fase eliminatória, até enfrentar a França na final.

17 visualizações0 comentário

留言


bottom of page