top of page

Terceira passagem de Pato no São Paulo deve ter fim frustrante

Globo Esporte


Alexandre Pato completou dois meses sem jogar pelo São Paulo.

Desde a derrota para o Fortaleza, no dia 20 de setembro, pelo Brasileirão, quando atuou apenas dez minutos, o atacante perdeu cada vez mais espaço sob o comando de Dorival Júnior.

Cenário que já tornava improvável a permanência do jogador, com contrato até 31 de dezembro. Mas a lesão diagnosticada na segunda-feira praticamente selou o fim da terceira passagem do jogador.

Pato ficou fora do empate com o Santos, no último dia 12, por um trauma no pé direito. Ele vinha trabalhando normalmente no CT nesta Data Fifa até sentir dores nas atividades do fim de semana.

Mas antes mesmo da lesão o jogador estava sem espaço.

Desde os minutos contra o Fortaleza, Pato entrou na lista de convocados apenas três vezes, mas não saiu do banco contra Vasco, Goiás e Red Bull Bragantino. Nesse período, o Tricolor entrou em campo 11 vezes, contando a decisão da Copa do Brasil contra o Flamengo.

O atacante chegou a ficar quatro partidas sem aparecer entre os relacionados, mesmo diante de uma necessidade do clube. Desde a operação de Calleri, no início de outubro, Dorival ainda busca dar sequência a um substituto, enquanto o clube busca um “9” no mercado.

David e Erison foram testados; mas Pato, não. Dorival Júnior, em entrevista recente ao canal do jornalista Nilson Cesar, no Youtube, comentou sobre a situação de Alexandre Pato.

– O Pato não está descartado. Espero uma resposta dele para que eu possa tê-lo definitivo dentro de campo. Respeito Pato muito como profissional e quero vê-lo atuando, mas preciso que ele me dê uma resposta mais contundente no dia a dia – declarou.

Pato teve a Data Fifa para crescer na avaliação de Dorival Júnior e da comissão técnica. O Tricolor tem dez dias de intervalo entre o clássico contra o Santos e o jogo desta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), contra o Fluminense, no Maracanã, pelo Brasileirão. Mas o atacante não deu respostas e se lesionou.

Hoje, então, David e Erison se encontram em vantagem tanto na disputa direta como nas chances de ficar para o ano que vem – ambos estão emprestados ao clube do Morumbi.

Pato, portanto, vive um fim melancólico de contrato com o Tricolor.

4 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page