top of page

Suspeitos de roubar bancos morrem em confronto com a PM

Além de duas armas de fogo, um explosivo que segundo a polícia tinha capacidade para explodir uma agência bancária inteira também foi apreendido


Mais Goiás

(Foto: PM)


Dois suspeitos de integrar uma quadrilha que rouba bancos morreram neste sábado (20), após trocarem tiros com policiais militares na região metropolitana de Goiânia. Além de duas armas de fogo, um explosivo que segundo a PM tem capacidade para destruir uma agência bancária, também foi apreendido.


A abordagem ao veículo modelo Mitsubishi Pajero onde estavam os dois suspeitos aconteceu na GO-050, entre Trindade e Campestre. Segundo a ocorrência registrada pela PM, quando abordados, os suspeitos saíram em velocidade, e atiraram contra equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope), e da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitana (Rotam).


Feridos no revide, os suspeitos, identificados como Cláudio Camargo Silva, de 41 anos, e José Agostinho de Souza, de 38 anos, ainda foram socorridos, mas morreram antes mesmo de darem entrada em um hospital de Trindade.


Segundo a PM, os dois já possuíam antecedentes por roubo, homicídio, e porte ilegal de arma de fogo, e estariam planejando o roubo com explosivos em uma agência bancária no interior do estado.


Duas pistolas calibre 380, dois quilos de explosivos, e um aparelho que corta o sinal rastreador de veículos, conhecido como “capetinha”, foram encontrados no carro em que eles estavam. Um dos mortos no confronto, segundo a PM, havia participado, em 2015, do ataque a um carro forte na Avenida T 9, no Jardim América.

107 visualizações0 comentário
bottom of page