top of page

Suspeito de vender viagens falsas para moradores de Goianésia é preso no ES

Os golpes aconteceram em novembro do ano passado




Um homem, de 27 anos, suspeito de vender viagens falsas para moradores de Goianésia foi preso na última quinta-feira (19), em Viana, no Espírito Santo.


A Polícia Civil informou que, até o momento, Hyago Lima Santos é investigado por crimes cometidos contra 13 vítimas, que procuraram a delegacia para registrar os golpes. O prejuízo apurado ultrapassa R$ 60 mil.


Segundo a delegada Alanna Duarte, responsável pela investigação, os golpes aconteceram em novembro do ano passado e ele utilizou o mesmo modus operandi para ludibriar todas as vítimas.


“De acordo com as investigações, o suspeito trabalhou como professor de línguas em uma escola de uma das vítimas. Por ter essa confiança, ofereceu ao ex-patrão pacotes de viagens com preço reduzido, que poderiam ser pagos por meio de milhas. Por se tratar de pessoa conhecida, a vítima comprou um pacote de viagem, cujos bilhetes e reservas chegaram a ser emitidos, mas logo depois foram cancelados pelo autor”, explicou a Polícia Civil.


Durante a compra, Hyago prestava assistência e enviava mensagens com fotos dos supostos hotéis reservados e dos bilhetes aéreos. Como os pacotes eram bons, uma das vítimas indicou o suspeito para outros conhecidos.


A divulgação da imagem do suspeito foi autorizada nos termos da Lei nº 13.869/2019 e da Portaria nº 547/2021 – PC, para auxiliar no surgimento de novas vítimas e testemunhas que façam seu reconhecimento, além de novas provas.


Segundo suspeito


Conforme investigado, Hyago contava com a ajuda de de Bruno Campos de Oliveira, de 37 anos, que chegou a ser preso em 2019 por vender pacotes de viagens falsos e vender grande quantidade de moeda estrangeira que nunca foram entregue aos clientes.


Bruno é investigado por aplicar golpes desde 2017, quando virou destaque nos noticiários ao enganar mais de 20 pessoas em Goiânia. A polícia ainda está a sua procura.


14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page