top of page

Suspeito de matar jovem em Orizona usou escavadeira para fazer cova profunda

Mais Goiás


Polícia faz escavação para encontrar corpo de Daiara Talyssa (Foto: Polícia Civil)


O empresário de 34 anos suspeito de matar a companheira, Daiara Talyssa Fernandes da Cruz, usou uma escavadeira de grande porte para fazer uma cova de cinco metros de profundidade, no município de Orizona. Essa escavadeira é utilizada por ele na profissão que exerce, ligada a desmatamento e barragens. A informação foi dada neste domingo pela Polícia Civil de Goiás.


Daiara estava desaparecida desde o dia 10 de março de 2024. Ela estava com o suspeito na última vez em que foi vista. As informações sobre o possível paradeiro do corpo chegaram ao conhecimento da polícia na última sexta, e no sábado começou a escavação. O buraco era tão fundo que foi necessário pedir o auxílio de um maquinário maior.


Com o corpo, a polícia encontrou a carteira de identidade e pertences que foram reconhecidos pela família da jovem.

14 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page