top of page

Suspeito de matar a tiros advogado que era primo do prefeito de Alexânia é preso pela polícia

Na casa onde o suspeito se encontrava, os policiais encontraram duas motos, além de uma substância esbranquiçada. Crime aconteceu na zona rural do município.


G1-Goiás

Charlesman da Costa Silvano, de 37 anos, morto a tiros em Alexânia, Goiás — Foto: Reprodução/OAB-GO


O suspeito de matar a tiros o advogado Charlesman da Costa Silvano, 37, que era primo do prefeito de Alexânia, no Entorno do Distrito Federal, foi preso pela polícia. O crime aconteceu na zona rural do município no último sábado (12).


Segundo a Polícia Civil (PC), o suspeito foi preso na tarde do último sábado (12), em uma casa do município. A Polícia Militar (PM) também esteve presente na ação que prendeu o suspeito. Na casa onde o suspeito se encontrava, os policiais encontraram duas motos, além de uma substância esbranquiçada, que será submetida a análises na delegacia.


A PM informou que outras pessoas suspeitas de envolvimento no crime foram presas. A vítima, que era assessor jurídico da Prefeitura de Alexânia, deve ser velada no Ginásio Municipal de Alexânia.


As primeiras informações da investigação apontam que o suspeito abordou a vítima com uma moto, atirou e fugiu do local.


Entenda o caso

O advogado Charlesman da Costa Silvano, de 37 anos, foi morto a tiros na manhã deste sábado (12). Segundo a polícia, testemunhas disseram que o advogado parou a caminhonete que dirigia na zona rural e alguns minutos depois uma pessoa pilotando uma moto vermelha, parou ao lado do veículo e efetuou vários disparos.


Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Polícia Militar (PM) e da Polícia Técnico-Científica estiveram no local e uma perícia foi realizada antes de encaminhar o corpo para Águas Lindas.


A prefeitura de Alexânia decretou luto oficial de três dias e informou que o velório vai acontecer no ginásio municipal, ainda sem previsão de horário. Em uma rede social, a prefeitura também informou que a 2º Corrida dos Pais, que aconteceria neste domingo (13), em comemoração ao Dia dos Pais, foi cancelada em razão da morte do advogado.

18 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page