top of page

STJD denuncia Gabigol e Nino, que podem desfalcar Flamengo e Fluminense na última rodada

Globo Esporte


O Superior Tribunal de Justiça Desportiva denunciou Gabigol e Nino pelas expulsões no último Fla-Flu, disputado no dia 11 de novembro e que terminou empatado em 1 a 1 no Maracanã. O atacante do Flamengo e o zagueiro do Fluminense serão julgados na próxima terça-feira, às 10h (de Brasília) na sede do tribunal, no Centro do Rio de Janeiro. Se punidos, eles correm risco de desfalcar suas equipes no dia seguinte, na última rodada do Campeonato Brasileiro.

Gabigol foi enquadrado em três artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): o 250, que fala em "praticar ato desleal ou hostil durante a partida" e prevê pena de suspensão de um a três jogos; o 258, §2º, inciso II, que fala em "desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões" e prevê suspensão de um a seis jogos; e o 184, que fala em casos de "duas ou mais infrações, aplicam-se cumulativamente as penas".

Na súmula, o árbitro Wilton Pereira Sampaio justificou a expulsão por "ação ofensiva ao ir de encontro ao adversário dando uma peitada e gerando um conflito". Além disso, ele relatou que "o referido atleta após o término da partida ingressou o campo de jogo indo ao encontro da equipe de arbitragem proferindo repetidas vezes as seguintes palavras: 'Quero saber por que você me expulsou?'". O cartão revoltou Gabigol, que também usou as redes sociais para reclamar e cobrar a CBF.

- @CBF_Futebol me explica o porque eu fui expulso, por favor! Só peço isso.. Obrigado! - publicou o atacante do Flamengo.

Por sua vez, Nino foi enquadrado no mesmo artigo 250 do CBJD, que fala em "praticar ato desleal ou hostil durante a partida" e prevê pena de suspensão de um a três jogos. O árbitro justificou na súmula que o zagueiro foi expulso por "ir de encontro ao seu adversário, após receber uma peitada do mesmo, segurar com as duas mãos o pescoço do referido adversário, por duas vezes, de forma agressiva e hostil, gerando um ato conflitivo entre eles e os jogadores de ambas as equipes".

Os dois cumpriram as suspensões automáticas na rodada seguinte ao Fla-Flu, portanto se forem punidos com advertência ou apenas uma partida já estarão livres para jogar. Porém, se pegarem um gancho maior, virarão desfalques na última rodada, onde o Flamengo enfrenta o São Paulo no Morumbi, e o Fluminense recebe o Grêmio no Maracanã (partida que pode ser a última do zagueiro diante da torcida, uma vez que ele deve ser vendido na próxima janela de transferências internacional).


Flamengo também denunciado


No mesmo dia, o Flamengo também será julgado, mas por infrações em outra partida. Na vitória por 3 a 0 sobre o Palmeiras no Maracanã, o clube foi denunciado no artigo 213, inciso III, do CBJD, que fala em "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir lançamento de objetos no campo" e prevê pena de multa no valor de R$ 100 até R$ 100 mil.

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page