top of page

Sem Gabriel Veron, Cruzeiro redobra atenção em setor escasso, e jovens vislumbram espaço

Globo Esporte


O Cruzeiro sofreu uma baixa importante para o Campeonato Mineiro. Perdeu Gabriel Veron, que vai passar por cirurgia no pé direito, sem tempo exato para retorno. Uma (importante) opção a menos para um setor que já era considerado escasso.

Dessa forma, o clube redobra a atenção no mercado em busca de opções no mercado de transferências. Mesmo com Veron à disposição, a diretoria estava de olho em pelo menos mais uma alternativa para a função. Agora, torna-se prioridade ainda maior. Seguindo o planejamento orçamentário, podem chegar até duas peças.

Mas há uma avaliação de que a posição é escassa não só para o Cruzeiro, mas no mercado geral, principalmente para os padrões do futebol brasileiro. Bruno Rodrigues, por exemplo, custou mais de R$ 20 milhões para o Palmeiras, após temporada de destaque na Toca da Raposa, emprestado pelo Tombense.

À ausência de Gabriel Veron, somam-se outras incertezas sobre peças do atual elenco. Wesley está no departamento médico para tratar lesão no ombro e, após a recuperação, tem a saída como caminho mais provável, em caso de propostas. Rafael Bilu está em fase final de recuperação de lesão complexa e tem contrato apenas até o fim do Mineiro.

Neste momento, a principal alternativa de velocidade para o ataque cruzeirense é Arthur Gomes. O jogador foi titular na abertura do Mineiro, após realizar a primeira pré-temporada em meio ao retorno do Sporting. O ano de 2023 foi marcado por instabilidade do atacante, que custou em torno de R$ 16 milhões.

Com este cenário, o Cruzeiro de Larcamón tende a dar espaço a garotos das categorias de base. Robert (18 anos) foi titular no primeiro jogo, e João Pedro (20 anos) entrou no segundo tempo para garantir a vitória.

É por ali, também, que preferencialmente joga um dos destaques do Cruzeiro na Copinha: Fernando. O jogador, que marcou quatro gols na campanha do vice-campeonato, apareceu principalmente pelo lado direito do campo. No ano passado, após ser artilheiro da categoria, com 26 gols, foi adquirido junto ao Água Santa-SP.

O Cruzeiro ainda definirá, nos próximos dias, o planejamento de quais jogadores da Copinha vão ser observados no profissional. Mas Fernando é bem avaliado pela diretoria e também pela comissão técnica de Larcamón. Tem grande possibilidade de integrar os treinamentos profissionais a partir da próxima semana.

Apesar da necessidade que se apresenta neste momento, o Cruzeiro manterá o planejamento de transição dos jovens, sem queimar etapas para utilização no profissional. O objetivo de tê-los como parte do elenco, mas não solução, é mantido.

1 visualização0 comentário

Comentarios


bottom of page