top of page

Seleção muda tática de convocação e espera contar com Gabriel Jesus

Globo Esporte


A seleção brasileira espera contar com o atacante Gabriel Jesus para os jogos contra Colômbia e Argentina, pelas eliminatórias sul-americanas, mas já está preparada caso o jogador ainda não esteja 100% recuperado do recente problema muscular. Além disso, adiou a divulgação da lista de 24 convocados, um a mais do que o convencional, justamente para amenizar o número de cortes.

Por determinação da Fifa, a CBF tinha até 29 de outubro para informar jogadores e respectivos clubes sobre essa convocação, e assim o fez. O anúncio da lista era esperado para a semana seguinte, mas ficou para esta segunda-feira porque o técnico Fernando Diniz estava envolvido com a disputa da final da Conmebol Libertadores, com o Fluminense.

Foi uma coincidência, segundo Diniz, com o movimento da comissão técnica de solicitar à CBF a divulgação da lista mais perto dos jogos, como medida para evitar cortes. A confederação atendeu ao pedido.

O técnico do Arsenal, Mikel Arteta, afirmou no dia 27 de outubro que Gabriel Jesus estava com um problema muscular e que seria desfalque "por semanas". No dia 31, o clube inglês informou que a lesão ocorreu na partida contra o Sevilla, pela Champions League, na semana anterior — Jesus fez um gol e deu uma assistência naquele dia.

— A gente vai trazer o Gabriel para saber as reais condições, porque ainda temos 15 dias para os jogos, então a gente acredita que ele possa reunir condições para jogar. Eu gosto muito dele. Temos 24 jogadores na lista, e se acontecer alguma coisa com ele não vamos precisar mexer na convocação — comentou Fernando Diniz, durante entrevista coletiva.

Fernando Diniz usou como exemplo o caso de outro jogador do Arsenal, o também atacante Gabriel Martinelli. Ele seria chamado para a data Fifa de outubro, mas não figurou na lista de convocados porque, segundo o clube inglês, não estaria recuperado a tempo.

Só que Martinelli voltou a jogar no dia 8 de outubro, contra o Manchester City, antes das partidas do Brasil contra Venezuela e Uruguai pelas eliminatórias sul-americanas.

Em sua primeira lista, Fernando Diniz precisou fazer dois cortes, de Vinicius Junior e Antony. Na segunda foram ao todo quatro desconvocações.

Os jogadores convocados se apresentam na próxima segunda-feira, dia 13 de novembro. A delegação viaja no dia 15 para Barranquilla, onde enfrenta no dia seguinte a Colômbia. A volta para o Brasil será no mesmo dia. O clássico contra a Argentina no Maracanã será no dia 21.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page