top of page

Se for solto, Naçoitan Leite pode retornar à Prefeitura de Iporá

Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ainda não declarou vacância do cargo do prefeito, que está preso por atirar 15 vezes contra a ex-mulher



Jornal Opção

Naçoitan Leite, preso por tentar matar a ex-mulher. | Foto: Divulgação




Preso desde o dia 23 de novembro por atirar 15 vezes contra a ex-mulher, Naçoitan Leite pode retornar a ser prefeito de Iporá caso seja solto. Isso porque até hoje o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ainda não declarou vacância do cargo, isto é, não reconheceu e anunciou que o cargo está vago.


“O processo de impeachment, ou seja, a comissão especial de inquérito, ainda está trabalhando. Ela tem até dia 20/02 quando o prazo máximo se encerra”, explicou a vereadora Viviane Specian (PT). Juntamente com Moisés Victor (Republicanos), foram os dois vereadores que formaram oposição contra o ex-prefeito Naçoitan. O restante era da base aliada do prefeito.


Ela explicou que a Câmara Municipal de Iporá terá uma sessão ordinária para discutir o impeachment na próxima semana. “Tenho esperança que a comissão já traga repostas em breve. Tenho cobrado da mesa diretora essa vacância. Nossa lei orgânica deixa muitas brechas”, disse Viviane.


A licença de Naçoitan vence no próximo dia 4 de fevereiro. “O pedido de licença foi negado em sessão extraordinária logo no início de janeiro”, continuou a vereadora. O pedido de licença do cargo de prefeito foi negado na Câmara dos Vereadores. Apenas dois parlamentares se mostraram dispostos a renovar o pedido contra 11 que optaram por negar.


No dia 4 completa um mês que a vice-prefeita Maysa Cunha (PP) assumiu o cargo de prefeita interinamente. A nomeação veio duas semanas após recomendação do Ministério Público de Goiás (MPGO) à Câmara Municipal.


No dia 25 de janeiro, a Polícia Civil de Goiás (PCGO) prendeu o ex-prefeito de Iporá, Danilo Gleic Alves dos Santos. Ele atuou na gestão do município entre 2013 e 2017 e foi preso suspeito de acobertar a fuga do prefeito Naçoitan Leite, preso acusado de tentativa de homicídio contra a ex-namorada e o atual namorado dela.


Durante a busca e apreensão na casa do suspeito, foram encontrados R$ 8,5 mil em espécie. O dinheiro, segundo a PC, estava escondido embaixo de um colchão. Além disso, foram localizadas 37 munições de calibre 22 intactas.


Indiciamento de Naçoitan


O prefeito de Iporá, Naçoitan Leite, foi indiciado pela Polícia Civil (PC) por tentativa de feminicídio, tentativa de homicídio, fraude processual majorada e posse de arma de fogo de uso restrito com numeração raspada. O mandatário municipal foi preso no dia 23 de novembro, após ficar foragido por alguns dias.


Naçoitan é investigado por invadir a casa da ex e atirar ao menos 15 vezes contra a mulher e o namorado dela. Naçoitan foi afastado temporariamente das funções de gestor municipal por recomendação do Ministério Público.

38 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page