top of page

Saiba quem era o casal suspeito de pegar droga do avião que invadiu fazenda de Leonardo

Segundo a Polícia Técnico-Científica, Valmir Quintino e Kathly Lucas Machado foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia. Um deles usava documento falso.


G1-Goiás

Avião com drogas que invadiu pista da fazenda do cantor Leonardo, em Jussara- Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera



O casal morto no confronto com a Polícia Militar que aconteceu depois que um avião com quase meia tonelada de pasta base de cocaína pousar numa fazenda do cantor Leonardo, em Jussara, a 270 km de Goiânia, foram identificados. Segundo a Polícia Técnico-Científica, Valmir Quintino e Kathly Lucas Machado foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia.


Segundo a Polícia Militar, o homem usava um documento falso no momento do confronto. Posteriormente, a equipe chegou à verdadeira identidade dele. A polícia ainda investiga qual a relação entre o casal.


A Polícia Militar disse que Kathly, de 48 anos, é natural de Araguaína, no Tocantins, e Valmir é natural de Goiânia, mas na identidade falsa ele apresentava ser natural de Patos, na Paraíba. A informação é de que ambos eram moradores de Goiás há anos.


Segundo a PM, eles estavam em uma caminhonete branca Hilux Toyota com 436 kg de pasta base de cocaína que estava no avião. Segundo a corporação, eles pertencem ao grupo armado e estavam às margens da rodovia, momento em que iniciou-se o confronto.


"Fomos recebidos a disparos de arma de fogo e a gente revidou. Os dois [mortos] têm passagens por tráfico de drogas e homicídio", explicou o major Marcos Hosokawa, da PM.

O avião com prefixo da Bolívia pousou sem autorização dentro da fazenda Talismã, na última sexta-feira (10). O cantor Leonardo, que é dono da propriedade, não estava lá no momento em que tudo aconteceu.


O avião veio da Bolívia até Goiás e pousou sem autorização dentro da fazenda Talismã, na tarde de sexta-feira (10). O cantor Leonardo, que é dono da propriedade, não estava lá no momento em que tudo aconteceu.


O piloto do avião disse aos funcionários da fazenda que havia feito um pouso de emergência, porque precisava abastecer. Apesar disso, os funcionários estranharam a situação e ligaram para o irmão de Leonardo, Alessandro Costa, que chamou a polícia.

5 visualizações0 comentário
bottom of page