top of page

Saúde libera R$ 200 milhões para tentar acabar com filas para cirurgias no SUS

Previsão é de que cinco estados reduzam em 100% a fila de espera: Tocantins, Sergipe, Piauí, Paraíba e Mato Grosso do Sul


Mais Goiás

(Foto: Reprodução - Redes sociais


Por meio do Programa Nacional de Redução das Filas, o Ministério da Saúde liberou recursos para tentar reduzir a fila de espera por cirurgias no SUS nos três últimos estados que aguardavam análise: São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul.


A previsão é de que cinco estados reduzam em 100% a fila de espera: Tocantins, Sergipe, Piauí, Paraíba e Mato Grosso do Sul. No total, foram destinados R$ 200 milhões para apoiar os estados em ações para redução das filas no SUS. O investimento do programa no total para 2023 é de R$ 600 milhões.


A fila de cirurgias eletivas do sistema público de saúde chega a um milhão de procedimentos, segundo dados dos estados enviados ao Ministério da Saúde. Com os recursos liberados, as secretarias de saúde estaduais e municipais poderão realizar mais de 487 mil cirurgias, o que representa 45% de redução da fila.


Cada estado estabeleceu as cirurgias prioritárias, de acordo com a realidade local. Entre os procedimentos mais listados, estão cirurgia de catarata, retirada da vesícula biliar, cirurgia de hérnia, remoção das hemorroidas e retirada do útero.

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page