top of page

Revelação de Cotia some no São Paulo e estafe se irrita; rival monitora

Rodriguinho estreou em 2022 e marcou logo no primeiro jogo. O jovem somou quatro partidas naquele ano




Mais Goiás

Rodriguinho no vestiário do São Paulo após sua estreia pelo time paulista. Foto: Comunicação - São Paulo



O meia Rodriguinho, que surgiu como próxima revelação de Cotia no ano passado, sumiu da equipe do São Paulo. A falta de chances desagrada ao estafe e um rival monitora a situação do jogador.


Rodriguinho estreou em 2022 e marcou logo no primeiro jogo. O jovem somou quatro partidas naquele ano.


No ano passado, Rodriguinho chegou a ganhar mais tempo. Foram 14 jogos entre Brasileiro, Sul-Americana e Copa do Brasil, mas terminou o ano alternando entre o sub-20 e o time profissional.


O meia de 19 anos empolgou o torcedor quando teve uma sequência entrando no segundo tempo. Ele chegou a dar uma boa assistência na vitória por 2 a 0 sobre o Tigre (Argentina).


Depois da sequência de sete jogos entrando na segunda etapa, Rodriguinho sumiu. Da 15ª rodada do Brasileirão, em julho, até o final do ano, o jovem somou apenas 32 minutos e três jogos.


FALTA DE ESPAÇO INCOMODA


A ascensão interrompida ao profissional incomoda o estafe. Pessoas próximas ao jogador viam como natural o meia ganhar mais chances a partir do final do ano passado, mas não foi o que ocorreu.


O São Paulo tem relacionado o jovem para as partidas, mas vê pouca chance de utilização. Mesmo após a definição pela saída de James Rodríguez, é pouco provável que Rodriguinho tenha mais chances.


Times europeus estão de olho e recentemente um rival do time tricolor fez contato para entender a situação do atleta. Rodriguinho tem contrato até o final de 2026 e os interessados estão dispostos a esperar para tirá-lo do São Paulo perto do final do vínculo.

293 visualizações0 comentário
bottom of page