top of page

Prorrogado prazo para semeadura da soja em Goiás

Canal Rural


A Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), em parceria com o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), conseguiu uma extensão no prazo de semeadura da soja em Goiás.

Esta medida, inicialmente encerrada em 2 de janeiro de 2024, foi estendida até 12 de janeiro, em resposta aos desafios climáticos impostos pelo El Niño.

A influência do El Niño resultou em irregularidades nas chuvas e temperaturas elevadas no segundo semestre de 2023, impactando significativamente o cronograma de plantio.

Com algumas regiões goianas registrando até 40% a menos de precipitação em relação ao ano anterior, a área que requer semeadura concentra-se, principalmente, no Norte do estado, com previsões de chuvas escassas para os próximos dias, conforme indicado pelo Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo).


Alívio para produtores de soja


O presidente da Agrodefesa, José Ricardo Caixeta Ramos, destaca que essa extensão do prazo representa uma oportunidade fundamental para os agricultores minimizarem os prejuízos decorrentes da escassez de chuvas recentes, garantindo a continuidade da semeadura da soja.

Além de Goiás, estados como Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí e Tocantins também obtiveram extensão no prazo de semeadura.

Essa medida visa reduzir os impactos econômicos causados pela estiagem prolongada, fortalecendo a oferta de grãos desta safra e amenizando os efeitos adversos do plantio tardio, conforme destacado pelo diretor de Defesa Agropecuária da pasta, Augusto Amaral.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page