top of page

Projeção da safra brasileira de soja 2022/23 é aumentada novamente

Colheita do grão está virtualmente finalizada, o que permite mais assertividade nas estimativas de área semeada e produzida



Canal Rural



O quarto levantamento da Datagro Grãos para a safra brasileira 2022/23 de soja, com a colheita virtualmente encerrada, mantém a projeção da área cultivada com a oleaginosa no país em 44,22 milhões de hectares, 2,8% superior aos 43,02 mi de ha da intenção de plantio, divulgada em julho de 2022, e 4,9% acima da safra 2021/22, de 42,16 mi de ha.


A estimativa de produção foi revisada para cima, passando de 153,70 milhões de toneladas para o novo recorde histórico de 155,60 milhões de toneladas. Caso se concretize, esse volume representaria um incremento de 19,2% na comparação com a frustrada safra colhida no ano passado, de 130,58 mi de t.


“Em relação ao levantamento anterior, tivemos ajustes para cima na produtividade média esperada em Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Paraná e Rondônia – e para baixo apenas em Santa Catarina”, diz o economista e líder de pesquisa da consultoria, Flávio Roberto de França Junior.


Estimativas para o milho


A nova análise da Datagro mostra que a área de milho da safra brasileira de verão 2022/23 caiu 3,0%, para 4,47 mi de ha. No Centro-Sul do País, ficou em 2,90 mi de ha – 7,0% inferior aos 3,12 mi de ha da safra passada. Já nas regiões Norte e Nordeste, 1,57 mi de ha, ante 1,49 mi de ha em 2021/22 (+5,4%).


Considerando clima irregular no Rio Grande do Sul, a 1ª safra de milho teve a sua produção revisada para 26,68 mi de t – 19,43 mi de t do Centro-Sul e 7,25 mi de t do Norte/Nordeste – um pouco abaixo da estimativa anterior, de 26,79 mi de t, mas 5,5% a mais ante as 25,30 mi de t da frustrada safra colhida em 2022.


Safra de inverno


Para a safra de inverno de 2023, a estimativa de área recuou um pouco ante a última projeção devido ao atraso na semeadura. Projeta-se 18,69 mi de ha, aquém dos 19,10 mi de ha de março, apenas 1,6% superior aos 18,39 mi de ha do último ano – 15,75 mi de ha do Centro-Sul e 2,94 mi de ha do Norte/Nordeste.


Ainda considerando o clima regular, o potencial de produção do país para a 2ª safra é de 100,52 mi de t, 5,3% acima da temporada anterior – 95,45 mi de t. Desse total, a região Centro-Sul responderia por 90,97 mi de t e o Norte/Nordeste por 9,55 mi de t.


No total das duas safras, o Brasil tem previsão de área para 2022/23 de 23,16 mi de ha, 0,7% acima dos 23,00 mi de ha de 2021/22. A produção potencial é de 127,21 mi de t, aquém das 129,40 mi de t estimadas no levantamento passado, mas 5,4% superior à safra recorde anterior, de 120,75 mi de t.



9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page