top of page

Professor suspeito de estupro em Goiás é capturado no Tocantins após meses foragido

Bento de Araújo Lima é preso pela Polícia Civil por abusar de duas irmãs menores em Aparecida de Goiânia


Olha Goiás


Bento de Araújo Lima, professor de 53 anos, acusado de estuprar duas irmãs de seis e nove anos, foi capturado pela Polícia Civil após meses de fuga. O caso, denunciado à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Aparecida de Goiânia, levou à emissão de uma ordem de prisão preventiva pela Justiça de Goiás.

A operação, realizada na tarde desta segunda-feira (20) em São Salvador do Tocantins, contou com a colaboração de agentes de três delegacias locais. Lima estava foragido desde maio, após as denúncias dos abusos.

Além dos estupros, o suspeito é investigado por armazenamento de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. As autoridades revelaram que ele atuava como professor na rede municipal de Aparecida de Goiânia.


O inquérito teve início em março deste ano, após uma denúncia anônima à Polícia Militar de Goiás. Na época, Lima foi liberado por falta de elementos para a prisão. Posteriormente, o pai de uma das vítimas procurou a delegacia ao receber fotos comprometedoras do suspeito com as crianças, todas nuas.

As investigações da Polícia Civil de Goiás indicam que os crimes eram supostamente praticados com a conivência da mãe das crianças, que teve a prisão preventiva decretada e se encontra detida.


Ao saber que estava sob investigação, o professor fugiu para o interior do Tocantins, sendo localizado e preso agora.

Ele foi encaminhado à 96ª Delegacia de Polícia Civil de Palmeirópolis e, posteriormente, transferido para a cadeia da cidade, aguardando a decisão da Justiça de Aparecida de Goiânia. A polícia informou que a transferência para Goiás deve ocorrer em breve.

18 visualizações0 comentário
bottom of page