top of page

Professor de escolinha de futebol é condenado por estupro de crianças em Rio Verde

O homem não poderá responder em liberdade, de acordo com o Ministério Público


Olha Goiás


O Ministério Público de Goiás (MPGO) denunciou e obteve a condenação de um professor de uma escolinha de futebol localizada em um bairro de Rio Verde, que recebeu uma sentença de 16 anos de prisão em regime fechado por estupro de vulnerável. O condenado não terá o direito de recorrer em liberdade e começará a cumprir sua pena imediatamente em regime fechado.


Conforme o MPGO cometeu os abusos contra alunos, com idades entre 7 e 10 anos, que frequentavam a escolinha esportiva.


As denúncias surgiram no início deste ano, quando o promotor de Justiça Marcelo Henrique Rigueti Raffa, titular da 9ª Promotoria de Rio Verde, recebeu informações anônimas sobre comportamento suspeito do professor em relação às crianças. Uma das denúncias alegava que o professor havia mostrado conteúdo pornográfico a um aluno de 10 anos.


Segundo o MP, em março deste ano, novas denúncias levaram as autoridades a investigar o réu, que, para ganhar a confiança das crianças, as levava a um clube na cidade, oferecia presentes, lanches e até mesmo pequenas quantias em dinheiro. O Ministério Público ainda aponta que durante uma dessas ocasiões, ele foi flagrado praticando atos libidinosos com dois meninos, um de 7 e outro de 8 anos.


O acusado foi preso em flagrante e conduzido à delegacia, onde negou as acusações. No entanto, uma perícia judicial feita no celular revelou a presença de uma fotografia de uma criança nua. O professor alegou que capturou a imagem por engano e não compreendeu que estava cometendo um crime.


Baseado nas provas coletadas e no testemunho de várias pessoas, o réu, que já estava detido na Casa de Prisão Provisória de Rio Verde, recebeu a condenação de 16 anos de prisão por estupro de vulnerável, conforme estabelecido no artigo 217-A, duas vezes, de acordo com o artigo 69, ambos do Código Penal.

30 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page