top of page

Procissão do Fogaréu se torna Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado

Governador sancionou lei na última terça-feira (11)


Mais Goiás

(Foto: Jucimar de Sousa - Mais Goiás)


O governador Ronaldo Caiado (União Brasil) sancionou, na última terça (11), projeto que considera a Procissão do Fogaréu, em Goiás, Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado. O texto é do deputado Coronel Adailton (Solidariedade).


Mais de 20 mil pessoas participaram do tradicional evento, no final da noite de 5 de abril e madrugada do dia 6. O número foi informado à reportagem pelo secretário de Turismo, Rodrigo Borges, com base em dados repassados pela Polícia Militar.


A Procissão do Fogaréu, que ocorre desde 1745, teve início às 23h59 do dia 5, em frente ao Museu de Arte Sacra da Boa Morte, em Goiás. Depois, passou por ruas e becos da cidade e chegou na Igreja do Rosário, que representa o local da Última Ceia.


A tradicional celebração religiosa representa a perseguição de Jesus Cristo pelos soldados romanos, representados por 40 farricocos. Na madrugada do dia 6, esses indivíduos saíram descalços pelas ruas do município, usando vestes longas de cores vibrantes, chapéus pontudos e segurando tochas.


“Foi um público muito tranquilo. O diferencial deste ano foi, sem dúvidas, a maior interação das pessoas com a Procissão. O público acompanhou toda a caminhada e acompanhou os farricocos até o final. Estamos muito felizes e satisfeitos com o resultado”, disse Rodrigo Borges, à época.



9 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page