top of page

Primeiro estádio removível de uma Copa se despede após goleada do Brasil

Globo Esporte

Estádio 974, antigo Ras Abu Aboud, um dos palcos da Copa do Mundo de 2022 — Foto: Allan Caldas

A goleada do Brasil por 4 a 1 sobre a Coreia do Sul, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, encerrou a utilização do Estádio 974, icônico por ser o primeiro da história dos Mundiais a ser totalmente desmontado. Sem voltar a sediar jogos de futebol, o estádio será doado e reconstruído futuramente em outro local. O continente africano e o Uruguai são possíveis destinos dos 974 contêineres que deram nome à histórica arena.

Dos outros sete estádios, apenas o maior de todos, Lusail, terá toda a sua estrutura, de 80 mil lugares, desmontada após sediar a final da Copa do Mundo. Outros seis arenas serão parcialmente desmontadas.


Al Janoub


O Al Janoub, palco da partida entre Croácia e Japão, também nas quartas de final, na última segunda-feira, também encerrou a participação no Mundial. Sua capacidade será agora diminuída pela metade (de 40 mil para 20 mil), com o restante das estruturas sendo utilizados para fins beneficentes. O estádio continuará como a casa do Al-Wakrah, clube catari.


Al Bayt


O Al Bayt, que faz parte da Copa do Mundo com capacidade para 60 mil pessoas, após o Mundial será um hotel luxuoso com uma modesta arena com 32 mil lugares. O Cidade da Educação reduzirá a capacidade de 40 mil para 25 mil lugares e será a casa da seleção feminina de futebol do Catar. Também servirá como um polo esportivo de lazer para as comunidades do entorno.


Ahmad Bin Ali


O Ahmad Bin Ali também terá capacidade reduzida pela metade (de 40 mil para 20 mil) e permanecerá sediando os jogos de um clube catari, o Al-Rayyan. Em seu entorno serão criados campos de críquete e futebol, quadras de tênis e outras modalidades.


Al Thumama


O Al Thumama terá a mesma redução de 40 mil para 20 mil espectadores e passará a ser a sede de dois clubes locais. Além disso, será instalada uma clínica de medicina esportiva e, ao lado, um centro de pesquisas em inovações energéticas, campos de futebol, quadras de ginástica e pista de ciclismo.


Khalifa Internacional


O Khalifa Internacional, único estádio que não foi construído do zero para a Copa do Mundo, mas teve sua capacidade ampliada de 40 mil para 50 mil espectadores, voltará a ter seu tamanho original e funcionará como a casa da seleção masculina de futebol e a ser o principal palco do atletismo do país.

23 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page