top of page

Presa suspeita de enganar 50 compradores de imóveis pelo Minha Casa Minha Vida, em Trindade

Foram encontradas com a mulher duas armas de fogo e munições


Mais Goiás

Foto: PC


Uma mulher foi presa pela Polícia Civil nesta segunda-feira (2), em Trindade, na região metropolitana de Goiânia, suspeita de enganar mais de 50 compradores de imóveis que tentavam fazer aquisições através do programa do governo federal Minha Casa, Minha Vida. Investigações mostraram que Karla Dias Meireles Ferro, que mora em uma casa de luxo, movimentou, em apenas dois meses, mais de R$ 500 mil em sua conta bancária.


A Polícia Civil começou a investigar o caso após receber várias denúncias de que uma suposta correspondente da Caixa Econômica Federal estaria ficando com o dinheiro fornecido por compradores para dar entrada em financiamentos imobiliários. Ela cobrava entre R$ 2 mil, e R$ 6 mil para que


Antes de receber estes valores, apuraram os agentes do Grupo de Investigações Criminais (GEIC) de Trindade, a suspeita levava os interessados para ver alguns apartamentos. Os imóveis, no entanto, já tinham sido entregues para pessoas que de fato foram beneficiadas pelo programa, em 2017.


Assim que descobriu que Karla Dias não tinha nenhum vínculo com a Caixa Econômica Federal ou com alguma secretaria de habitação, o delegado Matheus Feitosa solicitou, e a justiça decretou, a prisão preventiva dela.


Suspeita tinha armas e munições dentro de casa


Durante o cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão, os agentes do GEIC de Trindade encontraram duas armas de fogo e munições, fato que culminou com a atuação dela, em flagrante, pela posse do armamento.


A suspeita da polícia é que Karla Dias aplicava o golpe desde 2019 e que o número de pessoas lesadas por ela seja superior a 50.



149 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page