top of page

Prefeito ameaça dar tiros para cima e ‘meter o cacete’ para que alunos de escola infantil

Discurso repercutiu nas redes sociais e gerou polêmica entre os pais dos alunos. Solimar Gomes (PSC) afirma que estava em momento de descontração e que fala está descontextualizada.


G1-Goiás



O prefeito Solimar Gomes (PSC), de Marzagão, no sul do estado, ameaçou pedir para uma terceira pessoa dar tiros para cima e “meter o cacete” para que alunos façam silêncio durante um evento em uma escola infantil. O vídeo foi publicado nas redes sociais da Prefeitura e discurso ocorreu durante entrega de premiação pelo combate à dengue no município.


Em nota, Solimar Gomes afirma que a fala ocorreu em um momento de descontração com os alunos e destaca que está descontextualizada. “Tenho humildade para reconhecer que se tratava de um momento solene, sendo inoportuna e imprópria para o momento a fala empregada, embora, repito, proferida em momento de descontração e informalidade”, disse.


O evento ocorreu no dia 28 de abril, na Escola Municipal de Educação Infantil Pingo de Gente. O g1 tentou contato com a instituição, mas não obteve sucesso até a última atualização desta matéria. No dia, a prefeitura realizou a entrega da premiação do projeto “Pingo de Gente na luta com agente”, que estimula crianças de 7 a 10 anos a contribuírem no combate ao mosquito da dengue.


A premiação foi filmada e a live publicada nas redes sociais da Prefeitura Mazargão. No vídeo, durante o discurso do prefeito, ele parece irritado com o barulho das crianças e, além de ameaçar levar o prêmio embora, diz que vai pedir para uma terceira pessoa dar tiros para cima. “Caladinho todo mundo, muito barulho. Enquanto não calar, eu não falo”, diz.


Repercussão

O trecho do vídeo com a fala de Solimar foi publicado nas redes sociais e gerou polêmica entre os pais dos alunos e moradores do município. “Aproveite que está em uma escola e volte para sala de aula, precisamos é de paz nas escolas”, comentou uma professora. “Abuso de autoridade e apologia ao uso de arma de fogo”, escreveu um morador marzagonense.


Após a repercussão, o prefeito afirmou que a fala não retrata a personalidade dele como pai, filho, cidadão e administrador público. O gestor ainda ressalta que é comprometido e que zela pela educação das crianças de Mazargão.

36 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page