top of page

Preço do suíno vivo sobe em Goiás

Agro Link


Foto: Pixabay


Segundo o relatório Agro em Dados de julho da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Goiás (Seapa), o preço médio do quilo do suíno vivo apresentou um aumento em junho. Esse incremento foi motivado pela oferta reduzida de animais em peso ideal para abate, que está inferior à demanda.


A valorização dos preços da proteína suína resultou em uma perda de competitividade em comparação com outras proteínas no mercado. De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a diferença de preços entre a carne bovina e suína é a menor desde 2020.


Nas exportações goianas, o acumulado de janeiro a maio mostrou um crescimento no volume exportado, apesar de uma redução de 17,6% no valor recebido por tonelada. O preço caiu de US$ 2.153,23 por tonelada no mesmo período do ano anterior para US$ 1.773,55 por tonelada este ano.


Quanto aos principais insumos da produção, o milho continua em tendência de queda, ajudando a reduzir os custos de produção. Por outro lado, o farelo de soja apresentou preços mais elevados devido à maior demanda no mercado.

4 visualizações0 comentário

ความคิดเห็น


bottom of page