top of page

Policial militar suspeito de matar entregador em Itumbiara é preso e indiciado por homicídio doloso

O crime aconteceu no dia 12 de março, em um bar no Setor Vila Vitória, na região Sul de Goiás




Mais Goiás




O policial militar suspeito de matar o entregador Lucas Marcelinho Botelho, em Itumbiara, foi preso e indiciado por homicídio doloso.


O PM se entregou espontaneamente e foi detido em Goiânia, na terça-feira (19). O crime aconteceu no dia 12 de março, em um bar no Setor Vila Vitória, na região Sul de Goiás, e foi registrado em vídeo.


Além de ser indiciado por homicídio doloso, o policial também responderá por ameaça contra uma testemunha que estava no local do crime.


Segundo informações do delegado Felipe Sala, responsável pelas investigações, o policial estava de folga em um bar na cidade de Itumbiara. De acordo com ele, um adolescente fazia manobras perigosas próximo ao estabelecimento, o que motivou a abordagem do militar.


Testemunhas contaram à Polícia que o entregador estava no local para comer um espetinho e decidiu tirar a moto dele, que estava estacionada próximo ao policial. Neste momento, o suspeito e a vítima começaram a discutir. Na sequência, o militar empurra Lucas e dispara um tiro contra o rosto dele.


Ainda conforme o delegado Felipe Sala, o entregador estava em uma moto com numeração do chassi suprimida. Laudo pericial confirmou que o sinal identificado do veículo foi adulterado, o que colocava Lucas em flagrante delito.


Em nota divulgado à época do ocorrido, a PM disse que a confusão teve início após um motociclista fazer manobras perigosas no local. A corporação tratou o caso como disparo acidental.


37 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page