top of page

Polícias de Goiás e MT prendem grupo suspeito de golpes milionários em falsa venda de gado

Golpes aconteciam durante negociações agropecuárias


Mais Goiás



A Polícia Civil de Goiás e Mato Grosso prendeu um grupo suspeito de aplicar mais de R$ 1,5 milhão em golpes de falsa venda de gado. Cerca de 830 contas bancárias ligadas aos suspeitos foram bloqueadas. A Operação “Fake Farmer” ocorreu nesta terça-feira (24) em diversos municípios do mato-grossenses.


De acordo com a corporação, o grupo aplicava golpes durante negociações agropecuárias. No total, foram cumpridos 57 mandados de prisão e 61 mandados de busca e apreensão em diversas cidades do Mato Grosso.


A investigação apontou que os indivíduos se apresentavam aos donos do gado como devedor do comprador. Ainda ao comprador, os suspeitos diziam que tinham conseguido o rebanho por meio de uma negociação imobiliária. Ambas as vítimas eram enganadas.


Durante o processo, o comprador era induzido a realizar transferências bancárias via PIX que somaram a quantia de R$ 1,5 milhão. Após receber os valores, os membros do grupo dividiam a quantia entre outras 52 pessoas envolvidas no esquema.


Além disso, os membros da organização criminosa exploravam a precariedade do sinal de internet nas zonas rurais para aplicar o golpe. A identidade dos envolvidos não foi divulgada e, por isso, não foi possível localizar a defesa deles.

40 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page