top of page

Polícia Federal faz operação contra suspeita de atrair mulheres para redes de prostituição em Jataí

Proprietária usava comércio de 'casa de drinks' para praticar as atividades ilícitas. Ainda não se sabe quantas mulheres foram aliciadas




Mais Goiás

Polícia Federal faz operação contra suspeita de atrair mulheres para redes de prostituição em Jataí (Foto: divulgação/PF)




A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (26) a segunda fase de uma operação contra suspeitos de atrair mulheres para redes de prostituição em Jataí, no sudoeste de Goiás. As investigações apontaram que a dona de uma “casa de drinks” usava o local como fachada para atividades ilícitas, e oferecia alojamento e alimentação para as mulheres aliciadas.


As investigações começaram após disparos de arma de fogo nos arredores da Delegacia da PF da cidade. Ainda não há informações sobre quantas mulheres podem ter sido atraídas para atuar no local.


A primeira fase da Operação Área de Segurança aconteceu em dezembro do ano passado. Desde essa data, ficou confirmado que o local continuou praticando as atividades. Com isso, a Justiça autorizou a suspensão do funcionamento, além de buscas e apreensões.


“À noite, o local se transformava em um espaço para a prática de exploração sexual, com a proprietária lucrando e participando dos ganhos obtidos através dessa atividade”, descreve a corporação.


A PF informou que os antigos proprietários, assim com a atual, estão sob investigação. Eles podem responder por rufianismo, favorecimento da prostituição ou outra forma de exploração sexual e associação criminosa.




47 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page