top of page

Polícia cumpre mandados em cidades de Goiás e apreende aeronaves em Goiânia durante operação

A investigação é conduzida pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul e abrange 23 estados - incluindo Goiás. Até o momento, não há prisões no estado


G1-Goiás

Operação ocorre em 23 estados, incluindo em Goiás — Foto: Reprodução/PCGO


A Polícia Civil de Goiás cumpre, na manhã desta quarta-feira (7), 13 mandados de busca e apreensão em Goiânia, Aparecida, Catalão e Itumbiara em uma operação contra o tráfico interestadual e internacional de drogas e lavagem de dinheiro.


A polícia informou também ter apreendido aeronaves em um hangar da capital e efetuado a indisponibilidade de imóveis. A investigação, conduzida pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul (PCRS), abrange 23 estados - incluindo Goiás - e mais de 900 ordens judiciais.


Conforme a polícia, em Goiás são cumpridos oito mandados em Goiânia, um em Aparecida, dois em Catalão e dois em Itumbiara.


A operação "Fim da Linha – do Oiapoque ao Chuí" é a quarta etapa de uma investigação da polícia gaúcha que começou em 2021. De acordo com a PCRS, são cumpridas 403 mandados de busca e apreensão em 113 municípios do país nesta quarta-feira (7).


A instituição destacou que a ação visa desarticular "organizações criminosas dedicadas à lavagem de dinheiro vinculadas a facções criminosas atuantes no Rio Grande do Sul e também a nível nacional."


A polícia do RS também cumpre quatro prisões preventivas, busca e apreensão de 187 veículos, sete embarcações e nove aeronaves. "Ainda, outros 86 veículos com situação de gravame e indisponibilidade, bloqueio de contas bancárias de 188 investigados (pessoas física/jurídicas) e 42 imóveis (TO, RJ, RS, RN, PR, MS, GO) com gravame e indisponibilidade", detallhou.


Ao todo, foram 925 ordens judiciais. Com exceção dos imóveis, disse a polícia, os demais bens apreendidos e indisponíveis estão avaliados em aproximadamente R$ 43 milhões.



13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page