top of page

Polícia cumpre mandados contra suspeitos de vender peças de veículos roubados, em Goiânia

Corporação estima que existam ao todo 30 pessoas envolvidas no crime tanto em Goiás, como também em núcleos no Rio de Janeiro e em São Paulo


Mais Goiás

Ao menos 30 pessoas estão envolvidas no comércio de peças de veículos roubados, diz polícia (Foto: Divulgação – PC)


Na manhã desta terça-feira (21), a Polícia Civil iniciou a operação Alteisen, que tem como alvo lojas localizadas na região da Vila Canaã, em Goiânia, suspeitas de comercializarem peças de veículos roubados e furtados.


A operação cumpriu oito mandados de busca e apreensão e prendeu um lojista em flagrante por receptação qualificada. No entanto, a corporação estima que existam ao todo 30 pessoas envolvidas no crime tanto em Goiás, como também em núcleos no Rio de Janeiro e em São Paulo.


De acordo com o delegado Alexandre Neto, os crimes de furto e roubo de automóveis costumam acontecer, majoritariamente, em São Paulo e Rio de Janeiro, sob ordem de criminosos de Goiás. A partir disso, as peças são enviadas por meio de caminhões para Goiânia e, assim que recebidas, passam a ser distribuídas para diversas lojas situadas na Vila Canaã.


“Nós temos um núcleo dessa organização criminosa muito forte aqui em Goiás, que é responsável pela encomenda de furto e roubo de veículos em São Paulo e no Rio de Janeiro. Esse núcleo de Goiás, inclusive, é responsável pelo transporte das peças. Ou seja, os caminhões que estão indo até SP e RJ buscar essas peças são deles. Eles não apenas adquirem os produtos desses crimes, como também participam ativamente da encomenda de furtos e roubos de veículos”, explicou.


Embora a polícia afirme ter representado ao Poder Judiciário cerca de 30 mandados contra os envolvidos nos crimes, nem todos foram deferidos.

36 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page