top of page

Polícia convoca novas testemunhas na investigação sobre a morte de Walewska

A SSP-SP informou que pessoas que tiveram contato com a vítima foram convocadas a prestar esclarecimentos


R7

FLÁVIO TAVARES/HOJE EM DIA/ESTADÃO CONTEÚDO - 14.08.2014


A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) atualizou o andamento das investigações a respeito da morte da ex-jogadora Walewska Oliveira, que caiu do 17º andar do prédio no qual residia com o marido, no bairro Cerqueira César, na zona oeste da capital paulista.

Em nota, a assessoria de imprensa da secretaria afirmou que novas testemunhas e pessoas que tiveram contato com a vítima foram convocadas a prestar esclarecimentos.

"O 78º Distrito Policial (Jardins) convocou testemunhas e pessoas que tiveram contato com a vítima para ouvi-las e coletar mais detalhes que auxiliem na elucidação dos fatos", informou a assessoria.


Na última sexta-feira (22), a reportagem do Lance! teve acesso ao boletim de ocorrência (B.O.) que foi expedido pelo 78º Distrito Policial, localizado no Jardins. No documento, a gestora do edifício afirmou que a medalhista olímpica teria se jogado do 17º andar, espaço no qual fica situada a área de lazer do prédio.


Uma unidade de resgate tentou reanimar a vítima, porém foi constatado o óbito no local. Ainda segundo o B.O., a polícia investiga todas as possibilidades de causa da morte.


Nascida em Belo Horizonte, a capital de Minas Gerais, Walewska Oliveira iniciou sua carreira no Minas, em 1995. Com uma ascensão meteórica no cenário nacional, não demorou muito para que ela fosse convocada para a seleção brasileira, em 1998.


3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page