top of page

Polícia Civil prende suspeito de extorquir vítimas após encontros sexuais

O investigado utilizava aplicativo de relacionamento LGBTQI+ para cometer crimes



Olha Goiás



A Polícia Civil, por meio do Grupo Especial de Investigações Criminais (GEIC) e do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC), efetuou a prisão de Robson Ferreira Borges, suspeito de extorquir múltiplas vítimas após encontros sexuais.


A investigação teve início com o registro de quatro ocorrências por parte de vítimas, que alegaram terem sido alvo do investigado após marcarem encontros por meio de um aplicativo de relacionamento destinado ao público LGBTQI+.


De acordo com os relatos das vítimas, após os encontros, Robson as coagia sob grave ameaça, exigindo transferências de dinheiro para sua conta bancária, alegando que os encontros eram, na verdade, programas sexuais.


Durante a prisão, realizada na Vila Serpró, o investigado desobedeceu às ordens das autoridades e empreendeu fuga, invadindo uma residência na tentativa de se esconder. Durante a fuga, ainda resistiu à prisão e causou lesões em um dos policiais civis.


Conforme a PC, Robson foi detido e encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Rio Verde. 


A divulgação da imagem e nome do investigado foi realizada conforme estabelecido pela legislação vigente, visando o interesse público na identificação de outras possíveis vítimas dos crimes perpetrados por ele. Uma das vítimas relatou que o suspeito era conhecido por "aplicar golpes" em indivíduos homossexuais na cidade de Rio Verde.

27 visualizações0 comentário

Opmerkingen


bottom of page