top of page

Polícia Civil de Goiás desmantela esquema de fraude em documentos rurais

Operação Paper OX resulta em apreensões e afastamento de servidora pública envolvida em emissão fraudulenta de guias de trânsito animal




Olha Goiás

Foto: Divulgação/PCGO




A Polícia Civil de Goiás, através da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR), realizou uma série de diligências em diversas cidades, incluindo Goiatuba, Catalão, Campo Alegre e Nova Aurora. O objetivo principal dessas ações era desmantelar um esquema de emissão fraudulenta de documentos, especialmente guias de trânsito animal, utilizando o sistema Sidago.


A operação, denominada Paper OX, contou com o apoio da Agrodefesa, órgão responsável pela fiscalização das propriedades rurais. As investigações se concentraram em atividades suspeitas relacionadas à movimentação fictícia de rebanhos no estado, além de outras fraudes documentais.


Durante as diligências, foram apreendidos diversos itens, incluindo aparelhos eletrônicos, extratos bancários e documentos vinculados a movimentações de rebanhos e veículos, avaliados em mais de R$ 650 mil. Além disso, uma servidora pública, suspeita de envolvimento no esquema criminoso, foi afastada do cargo por ordem judicial.


O delegado Arthur Fleury explicou que a operação foi desencadeada após a Agrodefesa alertar a delegacia sobre possíveis guias de trânsito animal fraudulentas. Segundo ele, essas guias são emitidas para registrar movimentações de gado, como vendas, mas a investigação revelou uma série de movimentações suspeitas envolvendo produtores rurais que desconheciam tais transações.


Assim, continuamos junto com a Agrodefesa com várias informações. Representamos ao Poder Judiciário 12 mandados de busca e apreensão prisão, prisão também foi pedido, o juiz negou. É a primeira fase essa investigação que a princípio, percebemos que se trata de fraude fiscal, podendo vir também gado de outro estado para fraudar ICMS. Com a investigação agora em andamento a segunda fase vai esclarecer mais suspeitos e quais as reais motivações dos autores desses crimes", explicou o delegado.


A operação deflagrada marca apenas o início de uma série de ações planejadas pela Polícia Civil, que visam identificar outros envolvidos e os principais beneficiários desse esquema fraudulento.




257 visualizações0 comentário

留言


bottom of page