top of page

Pisa 2022: Brasil está entre os 20 piores em Matemática e Ciências

Com isso, o Brasil ocupa a 65ª posição em Matemática, 52ª em Leitura e 61ª em Ciências entre os 80 participantes desse ano


O Globo

Alunos estudam em curso pré-vestibular — Foto: Hermes de Paula


O Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) de 2022 mostra que a aprendizagem dos estudantes brasileiros se manteve baixa e estável desde 2009. Isso deixou o país entre os 20 piores do mundo em Matemática e Ciências. Já em Leitura ficou entre os 30 piores.


Os exames foram aplicados entre abril e maio do ano passado em 606 escolas brasileiras de 420 municípios, nas 27 unidades da Federação, com pouco mais de 14 mil participantes. Os resultados foram liberados na manhã desta terça-feira.


Nesta edição, os países da OCDE registraram uma queda histórica de 15 pontos em Matemática e dez em Leitura. De acordo com os relatórios da instituição, em duas décadas de avaliações do Pisa, nunca houve uma variação maior do que quatro e cinco pontos, respectivamente.


"A Covid-19 pareceria ser um fator óbvio. No entanto, observe os dados mais de perto. A análise das tendências dos resultados do Pisa antes de 2018 revela que o desempenho em Leitura e Ciências começou a diminuir muito antes da pandemia. Nessas disciplinas, o desempenho atingiu o pico em 2012 e 2009, respectivamente, antes de cair. Isto indica que questões de longo prazo também estão em jogo", afirmou o relatório da OCDE.


De acordo com a análise da OCDE, essas pequenas variações das notas brasileiras não são estatisticamente significativas. O que significa que elas se mantiveram estáveis — tendência observada pela OCDE desde 2009. Com isso, o Brasil ocupa a 65ª posição em Matemática, 52ª em Leitura e 61ª em Ciências entre os 81 participantes desse ano.


Outro dado preocupante é o volume de estudantes que não conseguiu atingir o que a OCDE considera um patamar mínimo de aprendizagem para a idade (entenda aqui). Assim como em 2018, o pior desempenho em 2022 neste quesito voltou a ser em Matemática, com o agravamento de um aumento de cinco pontos percentuais.


No Brasil, em 2022:

  • 73% não alcançaram o patamar mínimo em Matemática.

  • 50% não alcançaram o patamar mínimo em Leitura.

  • 55% não alcançaram o patamar mínimo em Ciências.


Já a média da OCDE é de:

  • 31% em Matemática.

  • 26% em Leitura.

  • 24% em Ciências.


8 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page