top of page

PF investiga grupo suspeito de lucrar cerca de R$ 300 milhões com fraude financeira no Brasil

Cerca de 60 mil pessoas teriam sido vítimas do esquema, segundo investigação. Mandados são cumpridos no DF e sete estados.


G1-Goiás

Tela de celular mostra variação em ação, em imagem de arquivo. — Foto: Mike Adas/Arquivo pessoal


A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (13), uma operação contra um grupo suspeito de lucrar cerca de R$ 300 milhões com fraudes financeiras praticadas no Brasil, Coreia do Sul, Estados Unidos e outros países.


Os agentes cumprem 25 mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão no Distrito Federal e sete estados — Goiás, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo e Espírito Santo. Também são cumpridas medidas cautelares de apreensão de bens.

De acordo com a PF, as investigações tiveram início a partir de informações compartilhadas por agências dos EUA. Empresas brasileiras teriam causado prejuízo financeiro para cerca de 60 mil vítimas ao prometer lucros incompatíveis com os investimentos disponíveis no mercado.


Segundo a investigação, o grupo desviava o valor por meio de aplicações em criptomoedas e depósitos em contas vinculadas aos investigados. Em seguida, o dinheiro era usado para comprar bens de alto padrão, como carros de luxo e imóveis em Brasília, e nas cidades goianas de Goiânia e Caldas Novas.


Na operação desta quarta-feira, foram bloqueados R$ 300 milhões mantidos em contas bancárias ligadas aos alvos da ação, além de 52 imóveis.

15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page