top of page

Personal trainer é preso após ser filmado dando socos na ex-namorada em academia de Goiânia

Vídeos mostram Douglas Ferreira dando um soco no peito de Raíssa Brandão, que se agacha e tem os olhos apertados pelo agressor. Vítima contou que o homem teve crise de ciúmes.


G1-Goiás

Personal trainer Douglas Ferreira foi preso após ser filmado agredindo a ex-namorada, a personal Raíssa Brandão, em uma academia de Goiânia — Foto: Arquivo Pessoal/Raíssa Brandão



O personal trainer Douglas Ferreira foi preso após ser filmado dando socos na ex-namorada, a personal Raíssa Brandão, em uma academia de Goiânia. Vídeos mostram os dois conversando, momento em que Douglas dá um soco no peito da vítima e ela se agacha .

“A impressão foi que o mundo parou, a impressão que eu tive foi que a academia ficou em silêncio, parou e eu não consegui pensar em nada. Eu fiquei com medo dele ser mais agressivo, pensei que o próximo soco ia ser mais forte, por isso eu agachei para sair do campo de visão dele”, desabafou Raíssa.


A prisão aconteceu na última segunda-feira (10), mas a agressão foi filmada no dia 31 de março. Após ser agredida, Raíssa fica agachada com a mão onde apanhou e, em seguida, Douglas também se abaixa e aperta os olhos dela. Depois, os dois saem do corredor e o agressor bate no rosto da mulher.


Raíssa contou que dois dias antes da agressão, Douglas estava mexendo no celular dela, como tinha costume, e viu que o contato do ex dela não estava bloqueado e, naquele momento, começou a discussão.


“Não tinha conversa, nem nada, só não estava bloqueado. No dia 30 tentei terminar com ele porque era insustentável a relação, mas na sexta-feira ele me fechou na minha aula na frente, na minha aluna e disse: ‘Eu tenho um problema com você e vou resolver hoje’”, contou Raíssa.


A vítima disse que a aluna ficou incomodada com a intimidação de Douglas e disse para ela conversar com ele. Douglas chamou Raíssa para o corredor e as agressões começaram, segundo a personal.

“Ele perguntou porque meu ex não estava bloqueado. Eu disse que antes da gente namorar ele buscou um óculos na minha casa. Na hora que eu falei, ele deu o primeiro murro no peito”, relembrou.


Depois de dar um soco e apertar os olhos de Raíssa, os dois saíram do corredor e Douglas abordou a ex em outro ambiente da academia.

“Ele veio, deu um murro na testa e disse: ‘Não me procure nunca mais, nós dois acabamos’”, disse Raíssa.

Segundo a vítima, depois da agressão, Douglas desceu até o estacionamento e quebrou o carro dela. Após danificar parte do veículo, o agressor foi até a casa de Raíssa para convencê-la a não denunciar à polícia.

“Ele foi conversar com a minha mãe pedindo pedindo pra não registrar, mas eu registrei, ele disse pra minha mãe que só me empurrou, mas eu contei pra ela que ele tinha me batido”, finalizou.

A vítima contou que a direção da academia prestou todo apoio à ela e um personal a levou até o carro para garantir que Douglas não tivesse a esperando no estacionamento.


28 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page