top of page

PCGO cumpre mandado em investigação de venda ilegal de túmulos em Caldas Novas

Ação visa apurar negociações irregulares de sepulturas no Cemitério Municipal e foca em ex-funcionário comissionado


Olha Goiás

Foto: Divulgação/PC


A 19ª Delegacia Regional de Caldas Novas, representando a Polícia Civil de Goiás, empreendeu nesta quarta-feira (2) a execução de um mandado judicial de busca e apreensão em uma investigação que versa sobre a comercialização ilícita de sepulturas no Cemitério Municipal de Caldas Novas.


A apuração está concentrada nas operações irregulares de venda de túmulos ocorridas durante os anos de 2015 e 2016, no mencionado cemitério. A mira da investigação recai sobre um ex-funcionário comissionado que desempenhava atividades no referido local.


O investigado é suspeito de ter estabelecido contratos de cessão de direitos com familiares cujos entes queridos foram sepultados, após terem sido indevidamente cobrados valores excedendo a soma de R$ 12 mil.


Importante ressaltar que as sepulturas em questão são de propriedade pública, sendo indisponíveis para negociação, uma vez que constituem bens municipais. A exigência de pagamentos nessas circunstâncias é caracterizada como um delito contra a Administração Pública, cuja penalidade pode alcançar até oito anos de prisão.


13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page