top of page

PC realiza busca na casa de investigado por ameaçar prefeito, secretários e vereadores de Montividiu

Mandado de busca e apreensão executado após homem proferir ameaças e ofensas em grupo de Whatsapp


Olha Goiás


Na manhã desta terça-feira (5), a Delegacia de Polícia de Montividiu executou um mandado de busca e apreensão na residência de um indivíduo de 40 anos. O suspeito havia proferido ameaças e ofensas contra autoridades municipais, incluindo o prefeito, secretários e vereadores, em um grupo de WhatsApp com centenas de participantes.


Os eventos aconteceram no dia 9 de outubro deste ano, quando o indivíduo enviou áudios pelo aplicativo de mensagens, ameaçando a vida das autoridades caso ocorressem acidentes na Avenida onde reside. O motivo alegado foi a falta de quebra-molas na via, que, segundo ele, resultava em tráfego de veículos em alta velocidade, colocando em risco seus familiares.

Além das ameaças, os áudios continham ofensas direcionadas aos agentes públicos, configurando possível crime de desacato. O investigado, ao ser intimado à Delegacia de Polícia Civil à época, reafirmou as ameaças e ofensas, demonstrando falta de arrependimento mesmo após ser alertado sobre as consequências legais de suas ações.


O Delegado de Polícia, diante da postura reiterada do suspeito, representou pela busca e apreensão em sua residência, visando prevenir futuros crimes e apreender possíveis objetos relacionados às ameaças e desacatos. A medida recebeu parecer favorável do Ministério Público e foi autorizada pelo Poder Judiciário, sendo efetuada hoje, sem a localização de objetos ilícitos, exceto o aparelho celular utilizado para enviar as mensagens, que foi apreendido.

A Polícia Civil ressalta a importância do direito de manifestação, enfatizando que todo cidadão pode expressar suas opiniões publicamente. No entanto, destaca que tais manifestações devem ocorrer de maneira ordeira e dentro da legalidade, sem ameaças ou ofensas. A instituição alerta que, em casos de excessos, a intervenção policial é uma medida possível.

21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page